Abrir menu principal
Wiki letter w.svg
Por favor, melhore este artigo ou secção, expandindo-o. Mais informações podem ser encontradas nos artigos correspondentes noutras línguas e também na página de discussão. (setembro de 2010)
Batalha de Coracésio
Data 67 a.C.
Local Mediterrâneo oriental, ao largo de Coracésio
Desfecho rendição dos piratas às forças romanas
Mudanças territoriais sul da Anatólia
Beligerantes
República Romana piratas da Cilícia e da Panfília
Comandantes
Cneu Pompeu Magno
   

A Batalha de Coracésio, também conhecida por Batalha de Korakesion, foi uma batalha naval travada em 67 a.C. entre os piratas da Cilícia e da Panfília e as forças da República Romana comandadas por Cneu Pompeu Magno (Pompeu, o Grande). O palco da batalha foi o Mediterrâneo oriental, ao largo de Coracésio (ou Korakesion, nome em grego da atual Alanya).[1]

Plutarco descreve a batalha como a mais importante da guerra de Pompeu para acabar com a pirataria no Mediterrâneo depois de já terem sido travadas várias batalhas menores. Segundo ele, os piratas empregaram aproximadamente mil navios (quase certamente um exagero) contra os duzentos de Pompeu, mas foram vencidos no primeiro confronto. [a][carece de fontes?] Após retirarem para a costa, os piratas concentraram-se em Coracésio, onde foram cercados antes de se renderem após alguma resistência. A rendição incluiu a entrega aos romanos de todas as cidades, ilhas, fortificações e territórios dos piratas, bem como dos navios e arsenais.[2][3]

NotasEditar

[a] ^ Este trecho foi traduzido do artigo «Battle of Korakesion» na Wikipédia em inglês (acessado nesta versão). No entanto, aparentemente o volume 2 da tradução da obra Vidas, da autoria de Plutarco[2] não confirma aqueles dados.

Referências

  1. Rauh, N. K.; Townsend, R. W.; Hoff, M.; Wandsnider, L. «Pirates in the Bay of Pamphylia: an Archaeological Inquiry». www.clarku.edu (em inglês). Universidade de Clark,. Consultado em 26 de setembro de 2010. Cópia arquivada em 26 de setembro de 2010 
  2. a b Plutarco. Plutarch's Lives (em inglês). 2 Dryden, John; Clough, Arthur Hugh ed. [S.l.: s.n.] p. 71 
  3. Rollin, Charles; traduzido por: Villanueva y Chavarri, Francisco Xavier de (1761). Historia Antigua de los Egipcios, de los Asirios, de los Babilonios, de los Medos, y de los Persas, de los Griegos, de los Catrthagineses, y de los Romanos (em espanhol). Nueva España: [s.n.] 95 páginas 
  Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.