Abrir menu principal
Batalha de Wanat
Guerra do Afeganistão (2001–presente)
Battle of Wanat.jpg
Soldados do exército dos EUA vigiando a Base Kahler no dia anterior a batalha.
Data 13 de julho de 2008
Local Província do Nuristão, Afeganistão
Desfecho Indeciso
  • Vitória tática da Coalizão
  • Vitória estratégica do Talibã
Beligerantes
 Estados Unidos

 Afeganistão

insurgentes talibãs
Comandantes
Capitão Matthew Myer Sheikh Dost Mohammad[1][2], Maulavi Uthman, Sadiq Munibullah
Forças
48 soldados estadunidenses
24 soldados afegãos
apoio aéreo aproximado[3]
200[3]-500 combatentes
Baixas
9 mortos, 27 feridos (EUA)
4 feridos (Exército Afegão)[3][4]
21-65 mortos, 45 feridos
(reivindicação estadunidense)[5][6]
[7]

A Batalha de Wanat ocorreu em 13 de julho de 2008, quando cerca de 200 insurgentes talibãs atacaram tropas estadunidenses perto de Quam, no distrito de Waygal, na província do Nuristão, no extremo leste do Afeganistão.[8]

O Talibã cercou a base remota e seu posto de observação, atacando-a a partir de Quam e das terras agrícolas circundantes, destruíram grande parte das munições pesadas estadunidenses, atravessaram as linhas estadunidenses e entraram na base principal antes de serem repelidos por artilharia e aeronaves. Os Estados Unidos alegaram terem matado pelo menos 21 combatentes talibãs com nove soldados estadunidenses mortos e 27 feridos e quatro soldados do Exército Nacional Afegão feridos.[9]

A batalha de Wanat foi descrita como um dos mais sangrentos ataques do Talibã durante a guerra e um dos vários ataques a postos remotos.[10] Em contraste com os atentados anteriores à beira da estrada e ataques aleatórios e emboscadas, este ataque foi bem coordenado com combatentes de muitos grupos rebeldes em um esforço que foi disciplinado e sustentado, o qual foi capaz de atingir com precisão equipamentos essenciais, tais como um lançador de míssil guiado por fio.

A batalha tornou-se foco de debate nos Estados Unidos gerando "um grande interesse e escrutínio entre profissionais militares e observadores externos", principalmente devido ao relativo "número significativo de baixas da coalizão".[11] Várias investigações foram empreendidas nos eventos que levaram à batalha. A investigação inicial foi concluída em agosto de 2008. Em julho de 2009, o senador James Webb solicitou que o Exército dos Estados Unidos investigue formalmente a batalha e a investigação anterior. O tenente-general Richard F. Natonski realizou outra investigação no final de 2009, que levou a ordens de repreensão para a cadeia de comando. Em junho de 2010, o Exército dos Estados Unidos revogou as reprimendas, declarando que não houve negligência e mencionando sobre os soldados que "pelo seu valor e sua habilidade, defenderam com sucesso suas posições e derrotaram um inimigo determinado, habilidoso e adaptável".

Referências

  1. «Taliban claim killing 20 US troops in Kunar». Pak Tribune. 14 de julho de 2008. Dozens die as US jets bomb civilians 
  2. Wanat Combat Action in Afghanistan 2008 page 19
  3. a b c Schmitt, Eric (3 de novembro de 2008). «Afghan Officials Aided an Attack on U.S. Soldiers». The New York Times. p. 1 
  4. «Taliban fighters storm US base». Al Jazeera. Cópia arquivada em 16 de Julho de 2008 
  5. Martinez, Luis (15 de julho de 2008). «Taliban Flexing Muscle in Afghanistan». ABC News 
  6. Associated Press (5 de novembro de 2008). «Police, Locals Implicated In Attack». The Washington Post. p. 14 
  7. Wanat Combat Action in Afghanistan 2008 page 97
  8. Wanat Combat Action in Afghanistan 2008
  9. U.S. Army Combat Studies Institute (2010). «Wanat: Combat Action in Afghanistan, 2008» (PDF). U.S. Army Combined Arms Center. Combined Studies Institute Press. Cópia arquivada (PDF) em 2 de dezembro de 2010 
  10. Tavernise, Sabrina; SANGAR RAHIMI (4 de outubro de 2009). «Attacks on Remote Posts Highlight Afghan Risks». New York Times 
  11. Staff of the US Army Combat Studies Institute (2010). «Wanat: Combat Action in Afghanistan, 2008» (PDF). US Army Combined Arms Center. Combined Studies Institute Press. Cópia arquivada (PDF) em 2 de dezembro de 2010 
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Battle of Wanat».