Batalha naval do Golfo Pérsico


Batalha naval do Golfo Pérsico
Data 1625
Local Golfo Pérsico
Desfecho Cessar-fogo entre a Pérsia e o reino de Portugal
  • Concessão do porto do Kong a Portugal
Beligerantes
Império Português
Reino de Inglaterra

República das Sete Províncias Unidas dos Países Baixos

Pérsia
Comandantes
Nuno Álvares Botelho Rui Freire de Andrada John Weddel Albert Becker
Forças
8 galeão
20 galés
9 carracas
3 patachoes
Baixas
200 mortos 70 mortos

A batalha naval do Golfo Pérsico foi uma batalha naval em 1625 entre o Império Português e forças do o reino da Inglaterra, Holanda, e o império de Pérsia. As forças portuguesas tentaram reconquistar a cidade de Ormuz e recuperar suo prestigio naquela região.[1] O confronto ocorreu em torno das ilhas de Ormuz, Larak e Qeshm, e duro 14 dias.

É a maior batalha naval travada no Golfo Pérsico na História, com 3600 homens envolvidos em ambos os lados, tripulando 20 navios capitais e outros 40 pequenos navios.[2]

ReferênciasEditar

  1. «Combates Navais». Marinha. Consultado em 29 de abril de 2019 
  2. Saturnino Monteiro (2011) Batalhas Marítimas Portuguesas Volume V, Páginas 341-356