Abrir menu principal
Ben Abraham
Nome completo Henry Nekrycz
Nascimento 11 de dezembro de 1924
Lodz
Morte 09 de outubro de 2015 (90 anos)
São Paulo
Residência São Paulo
Ocupação escritor e historiador

Henry Nekrycz, mais conhecido pelo pseudônimo de Ben Abraham, (Lodz, 11 de dezembro de 1924 - São Paulo, 9 de outubro de 2015) foi um escritor e historiador polonês, naturalizado brasileiro.

BiografiaEditar

Polonês de Lodz, filho de Abraham Nekrycz e de Ida Nekrycz, Abraham sobreviveu ao gueto de sua cidade natal e aos campos de concentração durante a ocupação alemã sobre seu país.

Depois de ficar confinado no Gueto de Lodz, onde perdeu o pai, e passar por Auschwitz, onde perdeu a mãe, Abraham foi enviado para os campos de Brauschweig, Watenstadt e Ravensbruck. Na noite de para 2 de maio de 1945 foi libertado pesando 28 quilos, com tuberculose nos dois pulmões, escorbuto e disenteria com sangue. Dentre 200 parentes seus apenas ele e um primo sobreviveram.

Após a queda do nazismo, o jornalista prometeu a si mesmo como objetivo de vida contar à humanidade o “capítulo de perseguições, atrocidades e matanças” instituído por Adolf Hitler.

Ben Abraham passou dois anos de sua vida sendo transferido em hospitais americanos pela Alemanha e conseguiu se recuperar miraculosamente. Segundo ele “foi milagre; naquela época nem existia cura para tuberculose”. Após a recuperação, o jornalista presenciou outro conflito pelo qual se tornou vitorioso: a Guerra de Independência do Estado de Israel, em 1947.

Em 21 de janeiro de 1955, Abraham se estabeleceu no Brasil e recebeu a naturalização em 30 de janeiro de 1959. No país casou-se em 28 de abril de 1956 com Miriam Dvora Bryk e constituiu família.

Diante de seu trabalho e quinze livros relacionados ao Holocausto, o jornalista recebeu inúmeras homenagens das quais se destacam a Chave de Ouro do Memorial Yad Vashem de Jerusalém e a Medalha de Honra ao Mérito da Universidade de São Paulo.

Ben Abrahan morreu em São Paulo, dois meses antes de completar 91 anos.[1]

BibliografiaEditar

  • ...E o mundo silenciou (1972)
  • Desafio ao destino (1974)
  • Holocausto – O Massacre de 6 milhões (1976)
  • O Trajeto (1978)
  • Izkor (1979)
  • Além do Infinito (1983)
  • Segunda Guerra Mundial – Síntese (1983)
  • O Anjo da Morte – Dossiê Mengele (1985)
  • Janusz Korczak – Coletânea de Pensamentos (1986)
  • Iom Hashoá (1988)
  • Diário de um Repórter (1990)
  • De Varsóvia a Entebe (1992)
  • Mengele – A Verdade Veio à Tona (1993)
  • Memórias – Retrospectivas dos Fatos (1996)
  • As Incríveis Travessuras De Ricardinho (1998)

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar