Biblioteca acadêmica

Biblioteca acadêmica ou universitária se refere a qualquer biblioteca vinculada uma instituição de ensino superior, atendendo as necessidades informacionais de seus alunos, professores e funcionários, ou seja, a biblioteca que atende o universo universitário.[1]

A Renascença tem como uma de suas marcas o desenvolvimento de universidades e, com elas, de suas bibliotecas. Talvez a biblioteca de Sorbonne, vinculada à universidade de Paris, tenha sido a primeira a ser mantida por uma universidade. Entre 1875 e 1925 ocorre grande crescimento das coleções das bibliotecas universitárias, movimento que se dá em decorrência do reconhecimento da importância do patrimônio simbólico organizado e disponível para o alcance da missão das universidades:a construção de conhecimento[2].

As bibliotecas universitárias favorecem a aprendizagem dos estudantes, não apenas oferecendo o conhecimento que está acumulado nos diversos conhecimentos documentos em diferentes suportes do qual ela administra, mas também a partir de ações concretas que visam otimizar o desenvolvimento dos estudantes e equipes de pesquisadores no espaço informacional, com ações de aprendizagem.[3]

Estrutura administrativaEditar

Mesmo nas universidades federais não existe um critério unificado quanto à estrutura administrativa da(s) biblioteca(s). Idealmente, deve existir uma biblioteca central ou um núcleo da coordenação de bibliotecas em cada universidade com suficiente autonomia como para cumprir com os seus objetivos. Um "regimento interno" aprovado pelo Conselho Universitário (onde o Diretor da Biblioteca deve ter vez e voto) e orçamento próprio e definido são pré-requisitos para qualquer empreendimento sério. Os padrões internacionais recomendam 5% do orçamento da universidade para a manutenção de serviços bibliotecários.[4]

Processos técnicosEditar

Os sistemas de classificação variam majoritariamente entre a CDD e a CDU e, em certos casos, ambos sistemas sobrevivem as vezes numa mesma universidade (em diferentes bibliotecas) ou, até mesmo, em diferentes coleções de uma mesma biblioteca.[4]

Referências

  1. [Hoare, Peter (1997). Academic Libraries in International Encyclopedia of Information and Library Science, Ed. John Feather and Paul Sturges. New York, New York: Routledge. pp. 2.]
  2. Viana, Lilian (2019). «Informação e educação no ensino superior: a biblioteca universitária como espaço formativo». ENANCIB. Consultado em 28 de novembro de 2019 
  3. Nunes, Martha Suzana Cabral; Carvalho, Kátia de (março de 2016). «As bibliotecas universitárias em perspectiva histórica: a caminho do desenvolvimento durável». Perspectivas em Ciência da Informação. 21 (1): 173–193. ISSN 1413-9936. doi:10.1590/1981-5344/2572. Consultado em 10 de dezembro de 2019 
  4. a b Miranda, Antonio (1978). «Biblioteca universitária no Brasil: reflexões sobre a problemática». Consultado em 10 de dezembro de 2019