Bicho-papão (jogo)

Bicho-papão ou Quem tem medo do bicho-papão? é um jogo para crianças. O jogo já tinha sido descrito em 1796 por Johann Christoph Friedrich Guts Muths.[1]

DescriçãoEditar

O jogo do papão tem lugar num pátio ou num grande espaço aberto. Os jogadores ficam de um lado do campo, excepto uma criança que fica do lado oposto dos outros e finge ser "o bicho-papão".[2][1]

Quando ele grita "Quem tem medo do papão?", os jogadores respondem "Ninguém!" e começam a correr, atravessando o campo e tentando chegar à zona oposta. Por sua vez, o papão corre na direcção oposta, tentando apanhar o maior número possível de jogadores. Os jogadores apanhados também se tornam assistentes do papão.[1][2]

Na próxima ronda, de mãos dadas, formarão uma corrente ao lado do papão e ajudá-lo-ão a apanhar outros jogadores: mas apenas as crianças no fim da corrente poderão fazê-lo. As crianças continuarão a correr até que apenas uma criança esteja livre, que será a vencedora.[1][2]

Referências

  1. a b c d Johann Christoph Friedrich Guts Muths: « Der schwarze Mann. » in: Spiele zur Uebung und Erholung des Körpers und Geistes, für die Jugend, ihre Erzieher und alle Freunde unschuldiger Jugendfreuden. Im Verlage der Buchhandlung der Erziehungsanstalt zu Schnepfenthal, Schnepfenthal 1796, p. 259–261.
  2. a b c Friedrich Ludwig Jahn, Ernst Wilhelm Bernhard Eiselen: Schwarzer Mann. In: Die deutsche Turnkunst zur Einrichtung der Turnplätze. Eigenverlag, Berlin 1816, S. 173–174.