Abrir menu principal
São chamados de bisfosfonatos porque eles têm dois fosfonatos (PO(OH)2).

Bifosfonatos são uma classe de medicamentos que previnem a diminuição da densidade mineral óssea, geralmente usados no tratamento de osteoporose e outras doenças com fragilidade óssea.[1]

Índice

Mecanismo de açãoEditar

O tecido ósseo sofre remodelação constante. Osteoblastos reparam os ossos que os osteoclastos desfizeram, esse equilíbrio é importante porque os ossos são reserva de sais minerais como cálcio e magnésio. Os bifosfonatos inibem a digestão do osso, estimulando os osteoclastos a sofrerem apoptose (morte celular programada) retardando a digestão óssea.[2]

O efeito de 3 a 5 anos de tratamento com bisfosfonatos pode durar por outros 3 a 5 anos. Os bifosfonatos reduzem o risco de fracturas entre 35 e 62%.[3]

IndicaçõesEditar

FármacosEditar

Sem nitrogênio:

Com nitrogênio:

Efeitos colateraisEditar

Os comprimidos causar inflamação do esôfago e estômago (gastrite), que pioram ao deitar, portanto se recomenda não deitar uma hora após tomar o comprimido. A forma intravenosa pode causar sintomas de gripe nos primeiros usos.

Referências

  1. National Osteoporosis Society. «Drug Treatment». U.K. National Osteoporosis Society. Consultado em 7 de agosto de 2012 
  2. Weinstein RS, Roberson PK, Manolagas SC (January 2009). "Giant osteoclast formation and long-term oral bisphosphonate therapy". N. Engl. J. Med. 360 (1): 53–62. doi:10.1056/NEJMoa0802633. PMC 2866022. PMID 19118304.
  3. Serrano AJ, Begoña L, Anitua E, Cobos R, Orive G (December 2013). "Systematic review and meta-analysis of the efficacy and safety of alendronate and zoledronate for the treatment of postmenopausal osteoporosis". Gynecol. Endocrinol. 29 (12): 1005–14. doi:10.3109/09513590.2013.813468. PMID 24063695.