Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Camaleão é o maior bloco da história do carnaval da Bahia. Fundado em 1979, o bloco foi batizado com esse nome pelo artista plástico Bel Borba, numa homenagem aos camaleões que povoavam a Praça da Piedade em Salvador.

Grandes nomes da música baiana comandaram esse bloco. Luiz Caldas, no auge do Fricote, foi uma dessas estrelas. Desde 1989, o Bloco Camaleão passou a ser "puxado" pela banda Chiclete com Banana. Essa união gerou um dos maiores fenômenos no carnaval baiano. Uma verdadeira nação de chicleteiros, vindas de todos os cantos do Brasil, invadem as ruas com seus abadás multicores para curtir o som da banda e reverenciar a "patinha", símbolo do bloco criado pelo designer Pedrinho da Rocha.

Considerado um dos blocos mais tradicionais da cidade, em fevereiro de 2019 o bloco recebeu uma como homenagem a inauguração de uma praça com seu nome.[1]

Referências

  1. Gabriel Amorim (26 de fevereiro de 2019). «Baianos curtem nova praça em homenagem ao bloco Camaleão». Consultado em 21 de julho de 2019 
  Este artigo sobre carnaval, integrado ao Projeto Carnaval é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.