Bolsa de Valores de Londres

Bolsa de Valores de Londres (em inglês London Stock Exchange; LSE) é a bolsa de valores localizada em Londres, a principal da Inglaterra e do Reino Unido.

Bolsa de Valores de Londres
London Stock Exchange
Former London Stock Exchange Building - geograph.org.uk - 1501273.jpg
TipoBolsa de Valores
Localização Londres, Reino Unido
Coordenadas51° 30' 54" N 0° 05' 56.5" O
Fundação1801 (221 anos)
ProprietárioLondon Stock Exchange Group plc
Principais pessoasClara Furse (CEO)
Christopher S. Gibson-Smith (Presidente)
MoedaGBP
Nº. de empresas listadas2749
ÍndicesFTSE 100 Index
FTSE 250 Index
FTSE 350 Index
Websitehttp://www.londonstockexchange.com/

Fundada em 1801, é uma das maiores do mundo, com companhias britânicas e transnacionais sendo negociadas. Remonta sua história a 1697 quando John Castaing, colocado num escritório no Coffee-House of Johnatan, publicou os preços das ações e das matérias primas.

HistóriaEditar

A primeira Bolsa de Valores funcionou na Threadneedle Street, em 1773. Antes disso, nos séculos XVII e XVIII, os correctores encontravam-se e negociavam nos cafés da City.[1] Sem ter oportunidade para financiar as viagens para China que custavam muito dinheiro por conta de seu capital as empresas inglesas seguindo o modelo semelhante de Antuérpia recolhiam o ouro por troca pela parte futura de ganância da empresa.[2] Em 1687 quinze empresas comerciavam os títulos próprios em Londres. Em 1695 as havia já umas 150 empresas.[3] Como resultado uma pequena parte destas ações era comerciada ativamente, muitas empresas resultaram ser carentes de vitalidade. A bolha inglesa IPO dos anos 1690 a vezes é comparada com a bolha de empresas "ponto com" dos 1990.

O índice principal de bolsa de valores principal é FTSE100 lançado aos 3 de Janeiro de 1984. Recolhe a primeira centena de empresas com uma capitalização mais grande que são cotizadas na bolsa de valores de Londres.[4]

Até 1914 a London Stock Exchange era a maior do mundo; hoje é a terceira, depois de Tóquio e Nova Iorque.[5] Em 2020 a receita total de bolsa de valores de Londres era de £2124 milhões (em 2019 era de £2056 milhões).[6] Antes de ano 2021 a bolsa de valores de Londres tinha uns 50 por cento de comércio internacional de ações. Em 2021 a circulação diária média de ações na bolsa de valores de Londres era de €8,6 bilhões.[7]

EdifícioEditar

O edifício data de 1969, quando se negociava freneticamente no pregão. Em 1986, o sistema foi computarizado e o movimento já não demonstra aquela agitação. As galerias para o público tiveram de ser fechadas após uma ameaça de bomba. [8]

Referências

  1. «History of The Stock Market». bebusinessed.com. Consultado em 8 de novembro de 2021 
  2. «La prima Borsa di Londra: Royal Exchange». londonita.com. Consultado em 8 de novembro de 2021 
  3. «Best United Kingdom Brokers Guide». comparebrokers.co. Consultado em 8 de novembro de 2021 
  4. «L'indice borsistico di Londra FTSE 100». strategia-borsa.it. Consultado em 8 de novembro de 2021 
  5. Leapman, M. (2000). Guia American Express Londres, Editora Civilização.
  6. «A leading financial markets infrastructure and data provider» (PDF). lseg.com. Consultado em 8 de novembro de 2021 
  7. «Amsterdam Topples London as Europe's Main Share-Trading Hub». bloomberg.com. Consultado em 8 de novembro de 2021 
  8. Leapman, M. (2000). Guia American Express Londres, Editora Civilização.

Ligações externas}Editar


 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Bolsa de Valores de Londres