Céu Vazio

Céu Vazio é o segundo livro de poesia da escritora brasileira Lila Ripoll, publicado originalmente em 1941. A obra rendeu à autora o Prêmio Olavo Bilac, da Academia Brasileira de Letras, em junho de 1943.[1][2]

Céu Vazio
Autor(es) Lila Ripoll
Idioma Português
País Brasil Brasil
Editora Livraria do Globo
Lançamento 1941
Cronologia
De Mãos Postas (1938)
Por Quê? (1947)

PoemasEditar

  • Fita Verde
  • Ciranda
  • Mansa e Triste
  • Não há Nada no Céu…
  • Fugiram meus Olhos…
  • Água do Mar
  • Ternura
  • Febre
  • Procissão
  • Viagem
  • Elegia
  • Instantâneo
  • Devia o Sonho ser Eternidade!
  • Correntes…
  • Na Hora Exata…
  • Tão Simples!
  • Piedade para os meus Mortos
  • Canção da Chuva
  • Antônio Nobre
  • Caminhos
  • Deus quis Assim…
  • O Vento bate na Porta
  • Que desejam de mim?
  • Por onde andarão?
  • A Virgem
  • Mais tarde…
  • Pudor
  • Aos Quatro Ventos…
  • O Anjo
  • Cantiga Triste

Referências

  1. «Lila Ripoll». Delfos - Espaço de Documentação e Memória Cultural. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Consultado em 3 de agosto de 2020. Cópia arquivada em 21 de junho de 2020 
  2. Comércio, Jornal do. «Nascida em Quaraí, Lila Ripoll construiu carreira entre a poesia e a política». Jornal do Comércio. Consultado em 3 de agosto de 2020 
  Este artigo sobre um livro é um esboço relacionado ao Projeto Literatura. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.