Caia Quem Caia (CQC)[1] foi um programa de humor do canal português TVI, apresentado por José Pedro Vasconcelos, Joana Cruz e Pedro Fernandes.[2][3] Considerado como uma forma de "humor interventivo", os três apresentadores em estúdio comentavam as notícias mais importantes da actualidade.[2]

Caia Quem Caia (CQC)
Informação geral
Formato
País de origem Portugal Portugal
Idioma original português
Temporadas 1
Episódios 13
Produção
Apresentador(es) Joana Cruz
José Pedro Vasconcelos
Pedro Fernandes
Transmissão original 25 de outubro de 2008 (2008-10-25) – 17 de janeiro de 2009 (2009-01-17)
Ligações externas
Site oficial

Miguel Rocha, Filipe Cardoso e João Pedro Santos faziam também parte da equipa dos "Repórteres de Negro", assim denominados por usarem fato e gravata pretos e óculos escuros que tentavam estar presentes em todo e qualquer tipo de evento, incomodando políticos e outras celebridades com as suas perguntas.[4][5][6][7]

Apesar do estilo inovador no humor português, este programa baseava-se num formato original argentino (Caiga quien caiga), estreado em 1996, tendo posteriormente sido transmitido em inúmeros países, tais como Espanha, Itália (Le Iene), França, EUA, Israel, Chile e Brasil (Custe o Que Custar).[1][8][9][10]

Em Portugal, contou apenas com uma temporada de existência, tendo sido emitido durante treze semanas consecutivas, entre 25 de Outubro de 2008 e 17 de Janeiro de 2009.[11][3]

Rubricas editar

O programa contava com as seguintes rubricas:[12]

  • TOP 5
  • CQ Teste
  • Mr. Jones
  • Repórter Inexperiente
  • Proteste Já
  • Reportagens da Semana

Referências

  1. a b Lusvarghi, Luiza Cristina (9 de setembro de 2012). «CQC – Custe o que custar: O jornalismo como entretenimento e espetáculo». Revista Alterjor (5). ISSN 2176-1507. Consultado em 2 de setembro de 2020 
  2. a b «'Caia Quem Caia' estreia estúdio». Correio da Manhã. 24 de Outubro de 2008. Consultado em 2 de setembro de 2020 
  3. a b Soares, Cátia (15 de maio de 2019). «Pedro Fernandes é a nova cara da TVI». Selfie. Consultado em 2 de setembro de 2020 
  4. «Apanhados por 'Caia quem Caia'». www.cmjornal.pt. Consultado em 2 de setembro de 2020 
  5. «CQC - Caia Quem Caia». TVI Player. Consultado em 2 de setembro de 2020 
  6. «Eleições de 2009 assumem-se como tema de 'Caia Quem Caia' - DN». www.dn.pt. 28 de Novembro de 2008. Consultado em 2 de setembro de 2020 
  7. Mendonça, Bernardo (26 de janeiro de 2009). «A brincar, a brincar... fizeram €70». Jornal Expresso (publicado em 24 de Janeiro de 2009). Consultado em 2 de setembro de 2020 
  8. ALONSO, Paul (4 de maio de 2018). Satiric TV in the Americas: Critical Metatainment as Negotiated Dissent (em inglês). NY: Oxford University Press. p. 103. ISBN 9780190636524. OCLC 1047795751 
  9. Aldea, Patricia González; Vidales, Nereida López (7 de novembro de 2012). «Television consumption trends among the 'digital generation' in Spain». International Journal of Iberian Studies (2): 111–134. doi:10.1386/ijis.25.2.111_1. Consultado em 2 de setembro de 2020 
  10. Falcão, Carlysângela Silva (16 de fevereiro de 2017). «O infotenimento jornalístico em rede: reconfigurações e desafios do jornalismo contemporâneo». repositorio.ufpe.br. pp. 15;73. Consultado em 2 de setembro de 2020 
  11. «Caia Quem Caia chega ao fim». www.marktest.com. Consultado em 2 de setembro de 2020 
  12. «Momentos ("Caia Quem Caia")». A Televisão. 11 de Fevereiro de 2012. Consultado em 2 de setembro de 2020 

Ligações externas editar

  Este artigo sobre televisão em Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.