Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Caledônia (desambiguação).

Caledônia (português brasileiro) ou Caledónia (português europeu) era uma região histórica ao norte da província romana da Britânia e que grosso modo corresponde à atual Escócia. Foi habitada pelos caledônios. Foi invadida pela primeira vez pelo Império Romano sob o general Cneu Júlio Agrícola em 80 que terminou na decisiva Batalha do Monte Gráupio. Uma fortaleza legionária foi estabelecida em Inchtutil, bem como vários fortes auxiliares em passos altos estratégicos. A fortaleza e todos os sítios ao norte do rio Earn, entretanto, foram abandonados em 90 e a Escócia como um todo sob o imperador Trajano (r. 98–117). A fronteira romano-caledônia foi fixada nas colinas Cheviot por Adriano (r. 117–138), mas mais adiante os romanos empurraram a fronteira ao norte para o estuário do rio Forth, onde erigiram a muralha Antonina em cerca de 144 para guardar a nova fronteira. Foram forçados a retroceder uma década depois, mas reocuparam a muralha temporariamente mais adiante no século II, bem como fizeram ocupações militares temporárias mais ao norte em 209 e 296. Escavações na área da muralha revelaram crannógues (habitações lacustres) e weems (casas de pedra subterrâneas) com objetos romanos.[1]

Referências

BibliografiaEditar