Calendário inca

O Calendário inca é um sistema de medição de tempo, realizado em Cusco pelos governantes do Império Inca. Estava determinado a partir da observação do Sol e a Lua.

Cápac Raymi, início do ano inca, segundo Guaman Poma.

Os incas tinham um calendário de trinta dias, no qual cada mês tinha o seu próprio festival.

Os meses e celebrações do calendário são os seguintes:

Mês Gregoriano Mês Inca Tradução
Janeiro Huchuy Pacoy Pequena colheita
Fevereiro Hatun Pocoy Grande colheita
Março Pawqar Waraq Ramo de flores
Abril Ayriwa Dança do milho jovem
Maio Aymuray Canção da colheita
Junho Inti Raymi Festival do Sol
Julho Anta Situwa Purificação terrena
Agosto Qapaq Situwa Sacrifício de purificação geral
Setembro Qaya Raymi Festival da rainha
Outubro Uma Raymi Festival da água
Novembro Ayamarqa Procissão dos mortos
Dezembro Qapaq Raymi Festival magnífico

Confira a matéria completa:

Império Inca.

ReferênciasEditar

  • Os inícios da arqueologia no Peru, ou, "Antiguidades peruanas"; Mariano Eduardo de Rivero, César Coloma Porcari; Lima, Peru : Instituto Latinoamericano de Cultura e Desenvolvimento, [1994]
  • Mariano Eduardo de Rivero e Ustariz. Antiguidades Peruanas. Viena, 1851.
  • Waldemar Espinoza. Os Incas. Economia, Sociedade e estado em era-a do Tahuantinsuyo. Lima: Amaru, 1987.
  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.