Abrir menu principal

Campeonato Carioca de Futebol de 1908

Campeonato Carioca de Futebol de 1908
Carioca 1908
Rio de Janeiro
Dados
Participantes 6
Organização LMSA
Período 3 de maio1 de novembro
Gol(o)s 103
Partidas 30
Média 3,43 gol(o)s por partida
Campeão Fluminense
Vice-campeão Botafogo
Melhor marcador Edwin Cox (Fluminense) - 12 gols
Outras divisões
2ª divisão Não foi disputada
◄◄ Rio de Janeiro Carioca 1907 Soccerball.svg Carioca 1909 Rio de Janeiro ►►

O Campeonato Carioca de Futebol de 1908 foi o terceiro campeonato de futebol do Rio de Janeiro. A competição foi organizada pela nova liga, a Liga Metropolitana de Sports Athleticos (LMSA), que substituiu a antiga Liga de mesmo nome (que encerrou suas atividades após a confusão do campeonato do ano anterior).[1]

O Fluminense somou mais pontos nos dois turnos e sagrou-se campeão.[2] O Riachuelo abandonou o campeonato após três jogos, após um pênalti marcado e suas partidas seguintes foram consideradas derrotas por W.O..[3]

Índice

Primeira divisãoEditar

Extinta a Liga Metropolitana de Football, face a crise surgida com a falta de acordo entre Fluminense e Botafogo para a decisão do campeonato de 1907, os clubes resolveram fundar uma nova Liga. Assim, no dia 29 de fevereiro de 1908, America, Botafogo, Fluminense, Payssandu, Rio Cricket e Riachuelo criaram a Liga Metropolitana de Esportes Athleticos. O Fluminense continuava com o time-base do ano anterior, com poucas modificações, e isso lhe assegurou um excelente rendimento de conjunto. Em consequência, o grêmio tricolor chegou à conquista de mais um título, e que seria o primeiro a ser alcançado sem derrota. O Fluminense, no primeiro turno, teve os seguintes resultados: Payssandu, 10 a 1; Rio Cricket, 3 a 0; Riachuelo, 11 a 0; America, 2 a 1; e Botafogo, 2 a 2. O Riachuelo não compareceu para disputar o jogo do returno. O time campeão, invicto, do Rio de Janeiro, em 1908, teve esta formação-base: Waterman; Victor Etchegaray e Salmond; J. Leal, Buchan, e N. Macedo; Oswaldo, Horácio Costa, Edwin Cox, Emilio Etchegaray e F. Frias.

  • Neste campeonato, o America passou a usar a sua camisa totalmente vermelha, no jogo contra o Payssandu, realizado no dia 19 de abril, quando o quadro americano venceu por 4 a 0. De 1904 a 1906, a camisa do America era totalmente preta, passando a rubro-negra de 1906 a 1908, porque era o modelo que a firma fornecedora possuía na ocasião.

Fórmula de disputaEditar

O campeonato foi disputado por seis clubes em turno e returno, jogando todos contra todos. O clube que somou mais pontos foi o campeão. A vitória valia dois pontos e o empate um. O primeiro critério de desempate foi o menor número de derrotas.

Clubes participantesEditar

 
Uniforme dos clubes participantes.

Classificação finalEditar

Classificação
Pos Time PG J V E D GP GS SG
1 Fluminense 18 10 8 2 0 44 11 +33
2 Botafogo 14 10 6 2 2 20 11 +9
3 America 14 10 7 0 3 18 12 +6
4 Rio Cricket 10 10 5 0 5 18 9 +9
5 Paissandu 4 10 2 0 8 3 38 -35
6 Riachuelo 0 10 0 0 10 0 22 -22

PartidasEditar

Essas foram as partidas realizadas:[3][4]

3 de maio Paissandu 1 – 10 Fluminense Rua Guanabara, Rio de Janeiro

E. Pullen   ?' Edwin Cox   ?',   ?'
Emile Etchegaray   ?',   ?'
Alberto Borgerth   ?',   ?'
Nestor Macedo   ?'
João Leal   ?'
Oswaldo Gomes   ?'
Chico Loup   ?'

PremiaçãoEditar

Campeonato Carioca de 1908
 
FLUMINENSE
Campeão
(3º título)

Segunda divisãoEditar

Não foi disputada nesse ano.

FontesEditar

  • MÉRCIO, ROBERTO. A história dos campeonatos cariocas de futebol. Rio de Janeiro: Studio Grafic, 1985.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Sítio oficial da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ). «As Primeiras Polêmicas do Futebol Carioca» (PDF). Consultado em 3 de março de 2010 
  2. RSSSF Brasil - Fichas técnicas de jogos que deram títulos ao Fluminense, página editada em 3 de janeiro de 2013 e disponível em 31 de maio de 2019.
  3. a b RSSSF Brazil (2 de setembro de 2008). «Rio de Janeiro Championship 1908» (em inglês). Consultado em 3 de março de 2010 
  4. Futebol Nacional. «Campeonato Carioca 1908». Futebol Nacional. Consultado em 20 de abril de 2017 

Ligações externasEditar