Abrir menu principal

Campeonato Paulista de Futebol de 1935 (APEA)

Campeonato Paulista de Futebol de 1935
XXIII Campeonato de Foot-Ball da Associação Paulista de Sports Athleticos
Dados
Participantes 9
Organização APEA
Gol(o)s 269
Partidas 54
Média 4,98 gol(o)s por partida
Campeão Portuguesa (1º título)
Vice-campeão Ypiranga
Melhor marcador Figueiredo (Ypiranga), 19 gols
◄◄ São Paulo 1934 Soccerball.svg 1936 (APEA) São Paulo ►►

O Campeonato de Foot-Ball da Associação Paulista de Sports Athleticos de 1935 foi a vigésima terceira edição dessa competição esportiva entre clubes de futebol paulistas filiados à Associação Paulista de Esportes Atléticos[nota 1] e é reconhecido como legítima edição do Campeonato Paulista de Futebol pela FPF.[nota 2] O campeão foi a Portuguesa, tendo o Ypiranga ficado com o vice-campeonato.[2]

O Campeonato Paulista de 1935 organizado pela APEA teve originalmente nove participantes, mas o Independente abandonou a competição depois de uma derrota para o São Caetano, na segunda rodada, reduzindo o número para oito. No final do campeonato, Ypiranga e Portuguesa terminaram empatados em pontos, levando a dois jogos de desempate, realizados nos dias 5 e 12 de janeiro de 1936. O primeiro terminou em 2 x 2 e no segundo, a Portuguesa venceu por 5 x 2, ganhando o título.

Após este ano o departamento de futebol do Esporte Clube Sírio foi desativado.

Índice

HistóriaEditar

A princípio, o fim da Liga de Amadores de Futebol em 1929 decretou a vitória do profissionalismo no futebol brasileiro, e sua oficialização no Campeonato Paulista de 1933 sacramentou a situação. Porém, a Confederação Brasileira de Desportos (CBD, precursora da atual CBF), que comandava o futebol nacional na época, lutava pelo amadorismo e resolveu enfraquecer a APEA e a Liga Carioca de Futebol, que abraçaram ao profissionalismo.

Na época, para combater ao retrocesso proposto pela CBD, criou-se a Federação Brasileira de Futebol (FBF) em São Paulo. Mas sendo jovem e ainda se oficializando não conseguiu combater à CBD que representava o Brasil na FIFA. A CBD ofereceu várias vantagens aos clubes que a acatassem, entre as quais incluía amistosos internacionais, coisa que a FBF não podia oferecer. Logo Vasco da Gama no Rio de Janeiro e Palestra Itália e Corinthians em São Paulo passariam a apoiar a CBD e se impor contra FBF e APEA.

Corinthians e Palestra Itália fundaram então a Liga Bandeirante de Futebol, que depois passou a se chamar Liga Paulista de Futebol, tal qual a primeira organizadora do Campeonato Paulista, e organizar um campeonato paralelo ao da APEA. Com a adesão do Santos e do São Paulo, e anos depois, da Portuguesa, essa liga sobrepujou à antiga APEA, que deixou de existir após organizar seu Campeonato Paulista de 1936.

Classificação finalEditar

Classificação - Final
Time PG J V E D GP GC SG
1 Portuguesa 22 14 10 2 2 65 17 48
2 Ypiranga 22 14 11 0 3 50 33 17
3 Estudantes 20 14 9 2 3 47 16 31
4 São Caetano EC 16 14 7 2 5 29 31 - 2
5 Libanês 12 12 5 2 5 22 31 - 9
6 Jardim América 7 13 3 1 9 23 39 - 16
7 Humberto I 7 14 3 1 10 20 48 - 28
8 Ordem e Progresso 2 13 1 0 12 13 54 - 41
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas; GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols

PremiaçãoEditar

Campeão Paulista de 1935 (Campeonato da APEA)
 
PORTUGUESA
(1º título)

Ver tambémEditar

Notas

  1. Apesar de não pertencerem a capital, o Santos e Guarani disputavam o torneio da APEA.
  2. Fundada em 1941, a FPF se tornou a entidade máxima do futebol paulista em 1941 e reconheceu os campeonatos organizados pela LFESP, LAF, APEA e LPF como edições oficiais do Campeonato Paulista, que contavam quase que exclusivamente com clubes da capital. Os principais jornais de São Paulo à época muitas vezes se referiam aos torneios disputados pelos maiores clubes paulistanos como campeonato de futebol da cidade.[1] No entanto, a FPF não concede o mesmo status para edições do Campeonato do Interior e o Campeonato entre os campeões da capital e do interior (Taça Competência), disputados pela primeira vez em 1919.

Referências

  1. «O melhor prelio da rodada inicial» (PDF). Correio de S.Paulo. 25 de abril de 1936. p. 6. Consultado em 8 de dezembro de 2016 
  2. «Campeonato Paulista 1935 (APEA)». Futpédia. Consultado em 9 de dezembro de 2016 

Ligações externasEditar