Camuloduno

Camuloduno ou Camaloduno[1] (em latim: Camulodunum) era a antiga capital dos catuvelaunos capturada pelo imperador Cláudio durante a conquista romana da Britânia (43) e que depois tornou-se a capital da província da Britânia, onde se situava o Templo de Cláudio.[2] Ele foi totalmente destruído, junto com o resto da cidade, durante a Revolta de Boadiceia na Batalha de Camuloduno (60-61). Os romanos não se preocuparam em defender a cidade com muros, o que se mostrou fatal na defesa diante da revolta. Mesmo quando foi reconstruída, segundo Tácito, não foi totalmente rodeada de pedra. Atualmente, pode-se encontrar vestígios romanos em Colchester, tendo a cidade este nome desde a Idade Média, em vez de Camuloduno (que supostamente era o nome céltico dela, referindo-se a divindade da guerra, Câmalo).

A cidade de Londínio foi igualmente destruída na revolta de Boadiceia, e se tornou capital da província devido ao fato de ser um ponto comercial mais privilegiado que Camuloduno. Atualmente podemos nos referir ao seu local como a cidade de Londres.

Era chamada ainda de Colonia Claudia Victricensis.

Referências

  1. Machado, José Pedro. Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa, verbete "Camaloduno".
  2. Express, Britain. «Camulodunum, Roman Colchester». Britain Express (em inglês). Consultado em 17 de outubro de 2020 
  Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Camuloduno