Abrir menu principal
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde junho de 2009). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.

Cancro vaginal (pt) ou câncer vaginal (pt-BR) refere-se a qualquer tipo de cancro que se forma nos tecidos da vagina. O cancro vaginal não é muito comum. Ocorre maioritariamente em mulheres com mais de 50 anos, mas pode ocorrer em qualquer idade. Quando detectado em estádios precoces pode ser curado.

Tipos de Cancro VaginalEditar

Em ordem de prevalência, devemos considerar:

  • Carcinoma epidermoide vaginal, com origem no epitélio escamoso que constitui a vagina. É o tipo mais comum de cancro da vagina.
  • Adenocarcinoma vaginal com origem nas células glandulares que pavimentam a vagina e produzem as secreções. Tem um maior risco de metastização à distância do que o carcinoma epidermoide. Geralmente encontra-se em mulheres mais novas (30 ou menos). É frequente numa pequena percentagem de mulheres cujas mães usaram dietilestilbestrol durante a gravidez para evitar o aborto espontâneo.
  • Os tumores de células germinativas (teratoma) ou tumores dos seis endodérmicos são raros. Assim como o Sarcoma botrióide, um tipo de rabdomiossarcoma, mais frequente nas crianças.

Sinais e SintomasEditar

O sinal mais comum é hemorragia vaginal que pode ser pos-coital, intermentrual (metrorragia), prepubertal ou pós-menopausa. Outros sintomas mais inespecíficos referem-se a disúria (dor ao urinar) ou dispareunia (dor durante o coito).