Abrir menu principal

Cantéyodjayâ é uma obra solo de piano de 12 minutos composta em Tanglewood entre julho e agosto de 1948 pelo compositor francês Olivier Messiaen, tendo a sua primeira audição em Paris a 23 de Fevereiro de 1954 por Yvonne Loriod.[1][2]

A obra condensa diversas das suas técnicas e preocupações compositivas, e liga-se directamente aos seus Quatre Études du Rythme, às obras Neumes Rythmiques, Mode de Valeurs et d'intensités e Iles de Feu I e II (1950). Cantéyodjayâ utiliza diversos deci-tâlas,[necessário esclarecer] séries cromáticas a nível rítmico e diversos procedimentos de criação e transformação rítmica.[carece de fontes?]

Referências

  1. «Cantéyodjayâ, Olivier Messiaen». Institut de Recherche et Coordination Acoustique/Musique (em francês). Consultado em 17 de julho de 2019 
  2. Healey 2007, p. 59.

BibliografiaEditar

  • Healey, Gareth (2007). «Messiaen's "Cantéyodjayâ": A 'Missing' Link». The Musical Times. 148 (1898). pp. 59–72 
  A Wikipédia possui o
Portal da Música Erudita
  Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.