Carroça coberta

A carroça coberta (em inglês: covered wagon ou prairie schooner) é um tipo de carroça, usado como meio de transporte que se tornou, pela grande utilização nas rotas chamadas Emigrant Trail um símbolo do Velho Oeste dos Estados Unidos.

Réplica de carroça coberta, um ícone dos Estados Unidos

HistóricoEditar

A covered wagon foi, por muito tempo, a forma de transporte dominante na América pré-industrial. Com raízes na pesada "Conestoga Wagon" desenvolvida para as estradas e caminhos acidentados e pouco desenvolvidos do Leste colonial, a covered wagon se espalhou para o oeste com a migração americana. A "Conestoga Wagon" era pesada demais para ser utilizada na expansão para o oeste; para essa finalidade, as carroças agrícolas típicas eram simplesmente cobertas para que fossem usadas na expansão para o oeste. Foram muito utilizadas ao longo de rotas de viagem como a "Great Wagon Road", a "Mormon Trail" e as "Santa Fe" e "Oregon Trails", as covered wagons carregavam colonos em busca de terras, ouro e novos futuros cada vez mais para o oeste.

Com sua exposição onipresente na mídia do século XX, a covered wagon aumentou de tamanho e se tornou um ícone do oeste americano. O extravagante apelido de "prairie schooner" ("escuna da pradaria") e a descrição romântica "das caravanas como: "wagon train", só serviram para embelezar a lenda.

Uma vez conquistado, o terreno de topografia moderada e fértil entre os Apalaches e o Mississippi foi rapidamente colonizado. Em meados do século XIX, milhares de americanos levaram uma grande variedade de carroções agrícolas[1] através das "Grandes Planícies", desde partes desenvolvidas do Meio-Oeste até lugares no Oeste, como Califórnia, Oregon, Utah, Colorado e Montana. Os migrantes por terra normalmente equipavam qualquer carroça robusta com cinco ou seis arcos de madeira ou metal que se arqueavam sobre a carroceria. Sobre ele havia uma lona esticada ou outro tecido resistente semelhante, criando a silhueta característica da covered wagon.

Prairie schooner ("escuna da pradaria") é um nome fantasioso para a covered wagon, baseado em suas largas capas de lona branca, romanticamente imaginadas como as velas de um navio cruzando o mar.[2]

Para os "overlanders" migrando para o oeste, as covered wagons eram um meio de transporte mais comum do que carrinhos de mão, diligências ou trens. O boi era o animal de tração mais comum para puxar as covered wagons, embora mulas e cavalos também fossem usados. Autores de guias escritos para emigrantes notaram que bois eram mais confiáveis, menos caros e quase tão rápidos quanto outras opções.[3]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Stewart, George R. (1962). «The Prairie Schooner Got Them There». American Heritage Magazine. 13 (2) 
  2. The Prairie Schooner Got Them There, American Heritage Magazine
  3. Unruh, pp. 107-08.

BibliografiaEditar

  • John David Unruh, Jr., The Plains Across|The Plains Across: The Overland Emigrants and the Trans-Mississippi West, 1840-1860 (University of Illinois Press, 1979: first unabridged paperback ed., 1993).

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Carroça coberta
  Este artigo sobre História dos Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.