Abrir menu principal

Wikipédia β

Casa das Quatro Cabeças

Lintel
Cunhal
Pormenor do busto
Pormenor de uma das cabeças menores

Casa das Quatro Cabeças é o nome pelo qual é conhecida uma casa situada no bairro de Troino, em Setúbal, na esquina da Rua Fran Paxeco n.º 44 com a Travessa do Carmo n.º 29.

Índice

A porta principalEditar

Na porta principal, a da Rua Fran Paxeco, o lintel tem uma inscrição em latim (Si Deus pro nobis, quis contra nos) e, a meio, um busto, que se afirma representar o homem que impediu os conspiradores de terem sucesso na sua missão.

A frase que se encontra no lintel é uma citação parcial do versículo 31 do capítulo 8 da Epístola de S. Paulo aos Romanos: "Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?".

O cunhalEditar

No cunhal da casa, um novo busto, que se afirma representar D. João II.

Rodeando este estão dois pequenos bustos que são identificados como representando os conspiradores que tentaram assassinar D. João II no dia da procissão do Corpo de Deus.

A história contada por Alexandre HerculanoEditar

Alexandre Herculano, nas suas Lendas e Narrativas, conta-nos a história do atentado, no «Mestre Gil».[1]

BibliografiaEditar

Referências

  1. Cf. HERCULANO, Alexandre. Lendas e Narrativas, pgs. 410-481.
  Este artigo sobre Património de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.