Abrir menu principal

Sala de concerto

(Redirecionado de Casa de concerto)
Interior da Sala São Paulo, em São Paulo

Sala de concerto é uma sala de espetáculos exclusiva para concertos sinfônicos e camerísticos.[1]

HistóriaEditar

A partir do surgimento dos primeiros grupos sinfônicos, na segunda metade do século XVIII, a sociedade civil sentiu a necessidade de um local com melhor acústica para apresentações dos novos grupos de musicistas. Os primeiros locais foram as naves de grandes igrejas alemãs, como a Thomaskirche em Leipzig, utilizada para os concertos de Johann Sebastian Bach. Somente no início do século XIX foram inaugurados teatros específicos para música, em Viena, Dresden e Leipzig, como Konzerthaus. O órgão é, muitas vezes, construído junto ao palco.

Mas durante a maior parte do século XIX os grupos sinfônicos, chamados "Filarmônicas" e "Orquestras Sinfônicas", se apresentaram em teatros líricos ou de ópera, onde a acústica favorecia a música sinfônica. Estes teatros foram inaugurados já no século XVII no sul da Itália.

EuropaEditar

 
Salão Dourado no Musikverein, em Viena

As mais antigas Salas de Concerto foram inauguradas na segunda metade do século XIX. Podemos destacar o Musikverein em Viena como exemplo perfeito da forma "caixa de sapatos", um módulo retangular com um palco em uma extremidade e o público no térreo mais uma plateia elevada na extremidade oposta à do palco e frisas seguindo longitudinalmente o corpo da sala, o prédio possui 48 metros de comprimento, 19 metros de largura e 18 metros de altura.

Existem outras formas que favorecem a acústica, como a do Royal Albert Hall em Londres, inaugurado em 1870. Em forma circular, como em um circo, com lotação de até 8 000 pessoas, e um palco central.

AméricasEditar

 
Interior da Sala da Sinfonia em Birmingham

A forma Sala de Concerto, em inglês Concerthall, foi trazida da Europa primeiramente para os Estados Unidos. A mais antiga encontra-se na Nova Inglaterra, em Boston, o Symphony Hall inaugurado em 1900. Em forma de teatro lírico, mas sem o fosso para orquestra, com um órgão em sua parede frontal.

No Brasil a primeira Sala de Concertos foi inaugurada somente em 1999 na cidade de São Paulo, a Sala São Paulo. Baseada na forma longitudinal do Concertgebouw de Amesterdã, foi implantada no salão central de uma antiga estação de trens. É considerada umas das melhores acústicas do mundo, é a sede da OSESP a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

Estão previstas inaugurações de outras salas. No Rio de Janeiro já há a Sala Cecília Meireles, e para as apresentações da Orquestra Sinfônica Petrobras é utilizado o Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Ainda no Estado do Rio, na Barra da Tijuca será inaugurado um novo complexo de artes musicais, sendo sede da Orquestra Sinfônica Brasileira, a chamada Cidade da Música em 2008. No Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, à Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, 2010. E no Distrito Federal, o Palácio da Cultura, para 2020.

Referências

BibliografiaEditar