Abrir menu principal

A Casa do Pequeno Jornaleiro (CPJ) é uma instituição que tem como objetivo acolher, formar e orientar crianças e jovens (entre 11 e 18 anos de idade) das camadas sociais mais pobres.

Foi criada em 8 de setembro de 1940, pela ex-primeira-dama brasileira Darcy Vargas. Seu objetivo era inicialmente prestar assistência aos menores que trabalhavam como vendedores de jornais no centro do Rio de Janeiro.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre filantropia ou organizações de caridade é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.