Casal Comba

freguesia da Mealhada, Portugal

Casal Comba é uma freguesia portuguesa do município da Mealhada, com 18,80 km² de área[1] e 3 183 habitantes (2011).[2] A sua densidade populacional é de 169,3 hab/km².

Portugal Portugal Casal Comba 
  Freguesia  
Símbolos
Brasão de armas de Casal Comba
Brasão de armas
Localização
Localização no município de Mealhada
Localização no município de Mealhada
Casal Comba está localizado em: Portugal Continental
Casal Comba
Localização de Casal Comba em Portugal
Coordenadas 40° 21' 59" N 8° 28' 04" O
Município MLD.png Mealhada
Administração
Tipo Junta de freguesia
Presidente Manuel Lindo Cardoso (PS)
Características geográficas
Área total 18,80 km²
População total (2011) 3 183 hab.
Densidade 169,3 hab./km²
Código postal 3050-159 Casal Comba
Outras informações
Orago São Martinho
Sítio freguesiadecasalcomba.pt

Até ao início do século XIX a freguesia constituiu o couto de Casal Comba, sendo integrada no concelho da Mealhada em 4 de Julho de 1837, por decreto de D. Maria II.

Localizada numa colina,a oeste do rio Cértoma, Casal de Comba desfruta de uma panorâmica paisagem, com a serra do Buçaco, a leste e o conjunto de vinhedos a oeste, numa surpreendente paisagem de baixas colinas quase equidistantes.

Diversos restaurantes estão instalados nos limites da freguesia, sobretudo à margem da EN-1.

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Casal Comba (1864 – 2011) [3]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
1.466 1.795 1.968 1.870 1.988 2.120 2.354 2.781 3.135 3.254 3.071 3.166 3.124 3.298 3.183

PatrimónioEditar

Lenda dos bisavósEditar

Há muito, muito tempo, vivia nesta terra, uma senhora chamada «Maria Comba». Essa senhora era muito rica, e, dona de todas as propriedades circundantes.

Certo dia, enquanto os seus empregados trabalhavam a terra, eis que se levanta um vendaval que lhe leva uma junta de bois com o arado.

Triste e desesperada, reza a S. Martinho para que os seus bois sejam salvos, prometendo construir uma igreja no sítio onde os seus bois aparecessem.

Uma vez que os bois apareceram foi imediatamente dado início à construção da igreja. Quando ficou pronta, os empregados e os forasteiros começaram a construir as suas casas à volta da igreja. Pouco tempo depois, já havia um pequeno povoado, com a necessidade de ter um nome.

Em homenagem à Dona Maria Comba, que tinha um casal de filhos, e, sem a sua promessa não haveria igreja alguma e esta história não seria contada, os moradores decidiram chamar ao povoado: Casal da Comba.

Com a evolução dos tempos, passou-se a chamar e a escrever: Casal Comba.

Casal CombaEditar

A Freguesia de Casal Comba é composta por nove lugares tendo cada um deles um arreigado sentimento bairrista, facto que, no entanto, não compromete a unidade da Freguesia.

Povoação já muito antiga, Casal Comba sente as notícias das suas origens de forma ainda muito nebulosa, havendo mesmo quem, de entre os habitantes desta Freguesia, reclame a necessidade de um estudo mais apurado, mais profundo dos factos que narram a sua História.

A origem do topónimo “Casal Comba” está envolto num manto nebuloso de incertezas sendo a explicação mais comum e mais divulgada, aquela que nos fala da pertença destas terras a um casal de moradores, tendo a senhora o nome de Columba que na língua latina significa Pomba. Esta teoria defende que, por corrupção, o termo passaria a Comba, justificando-se assim a denominação de Casal Comba.

Existem documentos que nos falam da ligação desta terra ao extinto Mosteiro de Arouca, enquanto que em documentos que se registam no Cartulário da Sé de Coimbra (Livro Preto) surgem várias referências de doações, de contratos de compra e venda relativos, a lugares da actual Freguesia de Casal Comba, como são exemplos: Documento nº 222 do ano de 1110 consta de uma doação à Sé de Coimbra de propriedades na vila de Vimieira; Documento nº 409, de 1126, uma concessão de metade da Vila de Vimieira a D. Artaldo; Documento nº 242 de 1123 em que se regista a doação de Pedro Alvites, à Sé de Coimbra, das suas possessões na vila de Pedrulha; Documento nº 492, de 1099, um contrato de compra e venda de terrenos e direitos de água no lugar da Silvã.

LugaresEditar

Alguns lugares da freguesia de Casal Comba:

Casal Comba, Pedrulha, Vimieira, Mala, Ponte de Viadores, Lendiosa, Carqueijo, Silvã.

Referências

  1. Instituto Geográfico Português (2013). «Áreas das freguesias, municípios e distritos/ilhas da CAOP 2013» (XLS-ZIP). Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2013. Direção-Geral do Território. Consultado em 28 de novembro de 2013 
  2. INE (2012). «Quadros de apuramento por freguesia» (XLS-ZIP). Censos 2011 (resultados definitivos). Tabelas anexas à publicação oficial; informação no separador "Q101_CENTRO". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 27 de julho de 2013 
  3. [Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes ]
  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.