Abrir menu principal
Catedral de Idanha-a-Velha
Igreja de Santa Maria
Fachada da Catedral de Idanha-a-Velha
Nomes alternativos Mesquita-Catedral de Idanha-a-Velha
Estilo dominante Arquitetura visigótica
Arquitetura islâmica
Início da construção 585
Restauro 1964
Proprietário inicial Igreja Católica
Função inicial Catedral
Proprietário atual Estatal
Função atual Museu
Património Nacional
Classificação Logotipo Imóvel de Interesse Público
Data 1956
DGPC 70554
SIPA 00005882
Geografia
País Portugal
Cidade Idanha-a-Nova
Localidade Rua da Sé, União das freguesias de Monsanto e Idanha-a-Velha

A Catedral de Idanha-a-Velha é a antiga catedral do bispado da Egitânia, hoje na União das freguesias de Monsanto e Idanha-a-Velha, no concelho de Idanha-a-Nova[1].

HistóriaEditar

Após a criação do bispado da Egitânia no século IV, a basílica começou a ser construída por volta do ano 585. Aquando da Invasão muçulmana da península Ibérica foi convertida em mesquita, para voltar a ser igreja com a Reconquista, sendo doada aos Templários.[1]

Deixou de ter função cultual no século XIX, sendo hoje um museu.[1]

Referências

  1. a b c Margarida Conceição; Marisa Costa (2001). «Catedral de Idanha-a-Velha». SIPA. Consultado em 26 de janeiro de 2015 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Património de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Catedral de Idanha-a-Velha