Abrir menu principal

Cemitério dos Professores (Königsberg)

Cemitério dos Professores (Königsberg)
Julius-Richelot.jpg
País
Endereço
Coordenadas

O Cemitério dos Professores (em alemão: Gelehrtenfriedhof) foi a denominação popular de um cemitério em Königsberg, denominado oficialmente Antigo Cemitério de Neuroßgärter (em alemão: Alter Neuroßgärter Friedhof).

História do cemitérioEditar

Em 1646 já não havia mais espaço no campo de sepultamento em torno da Antiga Igreja Neuroßgärter (em alemão: Alte Neuroßgärter Kirche). Assim, foi ampliado para o oeste o "Alter Neuroßgärter Friedhof" próximo à colina onde foi construído o Observatório de Königsberg. Em 1817 esta área também não oferecia mais possibilidade de expansão, e assim a cidade decidiu erigir novos cemitérios na proximidade da Igreja Memorial Rainha Luisa (Luísa de Mecklemburgo-Strelitz), e reservar o "Alter Neuroßgärter Friedhof" para o sepultamento de pessoas proeminentes da política, ciência e arte. Por isto o cemitério passou a ser conhecido como Cemitério de Honra (em alemão: Ehrendfriedhof), que existiu até 1945. Todo o restante da área tornou-se área verde urbana (em alemão: Volksgarten). Para evitar confusão com outro Cemitério de Honra, o cemitério passou a ser conhecido com o nome de "Gelehrtenfriedhof". Em 1926 a cidade decidiu manter este "cemitério com o canto dos professores" preferencialmente como área verde urbana.

Além disso, algumas sepulturas de famosos habitantes da cidade, localizadas em outros cemitérios em situação de ruína, foram trasladadas para o "Gelehrtenfriedhof". Dentre estes estão incluídos Theodor Gottlieb von Hippel e Karl Rosenkranz, do "Alter Steindammer Friedhof" em novembro/dezembro de 1926.

O Cemitério dos Professores foi a parte antiga do cemitério da Igreja de Neuroßgärter e ficava a 100 m a noroeste da colina do observatório na área do antigo cinturão de defesa da cidade.[1] A nova área de sepultamento dos professores de Königsberg tornou-se necessária porque o local de sepultamento na Catedral de Königsberg tornou-se muito pequeno.

Em 1927 rebatizado como Ehrenfriedhof, o "Gelehrtenfriedhof" foi destruído no final da Segunda Guerra Mundial. O governo de Kaliningrado planejou em 2014 erigir um memorial em sua antiga localização.

SepulturasEditar

GaleriaEditar

Referências