Abrir menu principal

Centro Universitário de Volta Redonda

centro universitário privado sem fins lucrativos em Volta Redonda, Rio de Janeiro
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Centro Universitário de Volta Redonda
Lema "Formando para a vida"
Fundação 18 de outubro de 1967 (51 anos)
Tipo de instituição Particular
Faculdades
Localização Volta Redonda, Rio de Janeiro,  Brasil
Reitor(a) Claudia Yamada Utagawa
Campus I - Olezio Galotti

II - Aterrado
III - Colina
IV - José Vinciprova
V - João Pessoa Fagundes
VI - Leonardo Mollica

Cores da escola Azul e preto
Página oficial www.unifoa.edu.br

O Centro Universitário de Volta Redonda (UNIFOA) é uma instituição de ensino superior localizada na cidade de Volta Redonda, região Sul Fluminense do estado do Rio de Janeiro, Brasil.

HistóriaEditar

Quando houve a primeira demanda por ensino superior na região Sul-Fluminense, no ano de 1967, um grupo de profissionais idealizou uma fundação para ser a mantenedora dos cursos. Assim surgiu, em Volta Redonda, a Fundação Oswaldo Aranha, uma instituição sem fins lucrativos, de caráter educacional e cultural. A escolha do nome foi feita em homenagem ao ministro das relações exteriores do Governo de Getúlio Vargas.

Sua instituição teve como meta suprir a demanda por ensino superior na região sul do Estado do Rio de Janeiro, e para isso foram instituídas as faculdades: de Ciências Médicas em 1968, de Odontologia (1970), de Engenharia Civil em 1970, de Educação Física em 1971 e de Ciências Contábeis em 1975.

Em 1993, as faculdades mantidas pela FOA foram integradas por meio do Centro de Ensino Superior de Volta Redonda (CESVRE), que em 1999 foi reconhecido como centro universitário pelo Ministério da Educação, passando a ser denominado como Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA).[1]

No ano de 2010, os cursos da área de saúde tiveram conceitos acima da média satisfatória no Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes).[2]

Hoje são mais de 6 mil alunos matriculados, mais de 13 mil formados nos 22 cursos oferecidos, espalhados por 6 campus. Cerca de 35 milhões de reais investidos em infraestrutura na última década, 65 mil pessoas beneficiadas anualmente em projetos sociais e mais de um milhão de reais em bolsas de estudos por ano.

Em 2017, a FOA completou 50 anos celebrando, também, os 18 anos do UniFOA.

Ver tambémEditar

Referências