Abrir menu principal

Chatila (em árabe: مخيم شاتيلة) é um campo de refugiados criado pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha em 1949 originalmente para refugiar palestinos. Localiza-se no sul de Beirut, Líbano.[1][2] Ficou notório durante a Invasão do Líbano de 1982, quando houve o massacre de Sabra e Chatila, mas também abrigou refugiados sírios da Guerra Civil Síria.[3]

Referências

  1. Amanda Fisher (18 de janeiro de 2015). «'This is daily life' in Shatila refugee camp». Al Jazeera. Consultado em 10 de julho de 2019 
  2. «SHATILA CAMP». Urwa. Consultado em 10 de julho de 2019 
  3. Julia Macfarlane (3 de abril de 2014). «Syrian refugees fear permanent exile in Lebanon's camps». BBC. Consultado em 10 de julho de 2019 
  Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.