Cherif Mohamed Aly Aidara

Cherif Mohamed Aly Aidara é um líder religioso xiita senegalês-mauritano, conhecido pelo seu trabalho de desenvolvimento internacional na África Ocidental. É reconhecido como umas das mais importantes figuras religiosas xiitas no Senegal e África Ocidental.[1]

Cherif Mohamed Aly Aidara
Nascimento 1959
Darou Hidjiratou
Cidadania Senegal
Ocupação líder religioso
Religião xiismo

BiografiaEditar

De origem mauritana e fula, Cherif Mohamed Aly Aidara nasceu em 1959 em Darou Hidjiratou, aldeia da Comuna de Bonconto, região de Kolda, no sul do Senegal, fundada pelo seu pai. O seu pai é Cherif Al-Hassane Aidara, um mauritano do ramo “Ahl cherif Lak-hal” da tribo Laghlal da Mauritânia, que afirma ser descente de Cherif Moulaye Idriss da dinastia idríssida, já a sua mãe é Maimouna Diao, mulher senegalesa de origem peul (fulâni) do clã Diao.[2] Enquanto xarife senegalês, Aidara reivindica descendência direta do Profeta Maomé.[3]

Após concluir a educação islâmica tradicional no Senegal, em grande parte ensinada pelo seu pai, Aidara deu seguimento à sua educação na Aliança Francesa em Paris, França. É fluente em árabe, inglês, francês, fula e uolofe.[4]

O seu irmão Cherif Habib Aidara é o presidente da Comuna de Bonconto.[5][6]

CarreiraEditar

Em 2000, o Cherif Mohamed Aly Aidara fundou a ONG Instituto Mozdahir Internacional, no Senegal.[7] Aidara focou os seus esforço na educação e desenvolvimento, como a gestão de projetos de desenvolvimento social, a promoção da utilização das micro-finanças islâmicas[8] e o aumento da sensibilização para o islão xiita no Senegal.[9]

No início da carreira, Aidara focou principalmente os seus projetos de desenvolvimento e educação na região de Casamança (Fouladou), no sul do Senegal. Desde então, expandiu-se além do Senegal, para outras partes da África Ocidental, incluindo Mali, Guiné Bissau, Burkina Faso, Costa do Marfim e outros países africanos. Viaja internacionalmente com frequência e colabora com as principais ONG internacionais, como o Programa Mundial de Alimentação.[7]

Contruiu e expandiu a comunidade Mozdahir em cidades senegalesas como Dakar, Dahra Djoloff, Kolda, Ziguinchor, Saloum e Vélingara. Também fundou a aldeia comunitária Mozdahir de Nadjaf Al Achraf e ajudou a desenvolver as aldeias Teyel e Foulamori, construindo escolas e mesquitas em cada uma dessas aldeias.[10]

Aidara dirige também as estações de rádio “Radio Mozdahir FM” em Dakar, e “Radio Zahra FM” em Kolda (consultar também a lista de estações de rádio no Senegal).[4]

LivrosEditar

Livros em francês :[4]

  • Les Vérités de La Succession du Prophète
  • Sayyidda Zaynab (pslf) l’héroïne de Karbala
  • La prière du Prophète Mouhammad (pslf) selon les membres de sa famille
  • Ghadir Khoum : Qui relate l’évènement de Ghadir et le fameux discours du prophète (pslf) ce jour-là.
  • Achoura jour de deuil ou jour de fête ?
  • Principes de la finance islamique

Referências

  1. Leichtman, Mara A. and Mamadou Diouf. (2009). New Perspectives on Islam in Senegal: Conversion, Migration, Wealth, Power and Femininity. New York: Palgrave Macmillan.
  2. Qui est Cherif Mohamed Aly Aidara.
  3. Leichtman, Mara A. (2015). Shi‘i Cosmopolitanisms in Africa: Lebanese Migration and Religious Conversion in Senegal. Bloomington: Indiana University Press, Public Cultures of the Middle East and North Africa series.
  4. a b c Portrait de Cherif Mohamad Aly Aïdara. Institut International Mozdahir.
  5. «Présentation de Chérif Habib AÏDARA». Consultado em 21 fevereiro 2020 
  6. «SORTIE DU MAIRE DE BONKONTOU : Les précisions de Chérif Habibou Aïdara». Consultado em 21 fevereiro 2020 
  7. a b Diop, Macoumba (2013). L'introduction du chiisme au Sénégal. In Histoire, monde et cultures religieuses 2013/4 (n° 28), pages 63-77.
  8. Finance Islamique : « C'est un moyen de lutte contre la pauvreté » (Chérif Mohamed Aly Aïdara, Président de l'Institut Mozdahir International). Politique221.
  9. Sénégal : 127 jeunes de Vélingara s'informent sur l'islam chiite. Shafaqna.
  10. Le chiisme au Sénégal Mozdahir. Shia Africa.