Ciceona (em grego antigo: κυκεών, kykeȏn; de κυκάω, "mexer, misturar") ou ciceão[1] era uma bebida da Grécia Antiga de várias descrições. Alguns eram feitos principalmente de água, cevada e substâncias naturais. Outros foram feitos com vinho e queijo ralado.[2] Acredita-se amplamente que a ciceona geralmente se refere a uma bebida fermentada psicoativa, como a usada no caso dos Mistérios de Elêusis.[3] 

No entanto, o ciceão, além de ter sido usado pelos iniciados do primeiro grau nos mistérios eleusinos, acompanhado do pão sagrado, para quebrar o jejum sacramental, antes de se assistirem às representações de dramas litúrgicos, retratando o rapto de Perséfone, também era usado em contextos prosaicos, pelos camponeses gregos.[3]

ReferênciasEditar

  1. Costa, Alexandre (1999). Thánatos: da possibilidade de um conceito de morte a partir do Lógos Heraclítico. [S.l.]: EDIPUCRS. p. 53. 152 páginas  «A instabilidade do kósmos é mencionada pelo menos em dois fragmentos (...) E de forma indirecta através do Fragmento 125: "Também o ciceão, se agitado, desmancha-se"»
  2. A History of Greek Philosophy. 1. [S.l.: s.n.] p. 449 
  3. a b Infopédia. «Mistérios de Elêusis - Infopédia». Infopédia - Dicionários Porto Editora. Consultado em 26 de fevereiro de 2021