Cidade Histórica de Sucre

A Cidade Histórica de Sucre, na Bolívia, foi fundada em 1538 com o nome de "Vila da Prata". Contém edifícios com mais de 200 anos. Sucre é conhecida como a "cidade branca das Américas", por estar próxima da Cordilheira dos Andes.

Pix.gif Cidade Histórica de Sucre *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Bolivia-sucre2.jpg
Sucre, Bolívia
País  Bolívia
Critérios (iv)
Referência 566 en fr es
Coordenadas 19° 02′ 02,04″ S, 65° 15′ 43,36″ O
Histórico de inscrição
Inscrição 1991  (? sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

Entre os muitos monumentos de Sucre merecem destaque:

  • O Mercado Central, com produtos de todos os gêneros, de sobremesas coloridas a cabritos em pêlo e com o pescoço cortado.
  • Museu Casa de la libertad (um dos monumentos mais importantes da Bolívia. Na casa foi assinada a primeira acta da independência do país. Abriga relíquias históricas). Fica na Plaza 25 de mayo.
  • Na mesma praça estão os Museus de História Natural,
  • A Catedral Metropolitana (arte sacra, um dos mais importantes do país) e
  • A Igreja de San Francisco, que conserva a histórica "Campana de la libertad" (Sino da liberdade) que chamou à revolução de 25 de maio de 1809.
  • Museu Universitário Charcas (dois museus - um colonial e outro antropológico) - está em um prédio do século XVII, na rua Bolivar.

A Cidade Histórica de Sucre foi declarada Património Mundial da UNESCO em 1991.

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre História da Bolívia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Cidade Histórica de Sucre