Cinza vulcânica

A cinza vulcânica é composta de fragmentos de rocha, cristais minerais e vidro vulcânico, criado durante erupções vulcânicas explosivas, medindo menos de 2mm em diâmetro.[1] Cinzas vulcânicas são formadas quando gases dissolvidos no magma expandem e escapam violentamente na atmosfera. A força dos gases despedaça o magma e o empurra até a atmosfera, onde ele se solidifica em fragmentos de rocha vulcânica e vidro. Cinzas vulcânicas também são produzidas a partir do contato do magma com água durante erupções freatomagmáticas, fazendo a água explodir violentamente em vapor e causando a fragmentação do magma Quando no ar, cinzas podem ser transportadas por milhares de quilômetros de distância.

Amostra de cinza vulcânica microscópica da erupção do Monte Santa Helena, Washington 1980

Devido à sua ampla dispersão, as cinzas podem ter vários impactos na sociedade, incluindo a saúde animal e humana, interrupção da aviação, interrupção da infraestrutura crítica (por exemplo, sistemas de fornecimento de energia elétrica, telecomunicações, redes de água e esgoto, transporte), setores primários (por exemplo, agricultura), edifícios e estruturas.

ReferênciasEditar

  1. Rose, W. I.; Durant, A. J. (30 de setembro de 2009). «Fine ash content of explosive eruptions». Journal of Volcanology and Geothermal Research. Improved Prediction and Tracking of Volcanic Ash Clouds (em inglês) (1): 32–39. ISSN 0377-0273. doi:10.1016/j.jvolgeores.2009.01.010. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  Este artigo sobre geologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.