Abrir menu principal
Author Photo of Claudia Rankine.jpg

Claudia Rankine (Kingston, 1963) é uma poeta jamaicana[1][2].

Estudou na Universidade de Columbia. Autora de poemas que denunciam o racismo nos EUA, recebeu em 2016 a "bolsa para gênios" da Fundação MacArthur[3].

ObrasEditar

PoesiaEditar

  • Citizen: An American Lyric, Minneapolis: Graywolf Press, 2014.
  • Plot, Nova Iorque: Grove Press, 2001.
  • The End of the Alphabet, Nova Iorque: Grove Press, 1998.
  • Nothing in Nature Is Private, Cleveland State University Press, 1994.

TeatroEditar

  • The Provenance of Beauty: A South Bronx Travelogue, 2009.
  • Don't Let Me Be Lonely: An American Lyric, Minneapolis: Graywolf Press, 2004.

EnsaiosEditar

  • The Racial Imaginary: Writers on Race in the Life of the Mind, com Beth Loffreda, Fence Book, 2014.
  • American poets in the 21st century: the new poetics, com Lisa Sewell, Wesleyan University Press, 2007.

Referências

  1. Claudia Rankine. Poets.org (em inglês)
  2. Claudia rankine. The Poetry Foundation 9em inglês)
  3. Poeta com obra sobre racismo nos EUA é laureada com 'bolsa para gênios'. Folha de S.Paulo,22 de setembro de 2016

Ligações externasEditar