Cofator (bioquímica)

Os cofatores (AO 1945: cofactores) são substâncias inorgânicas necessárias ao funcionamento das enzimas, como exemplo as mostradas no quadro abaixo.[1] Se um "cofator" for orgânico, recebe o nome de coenzima.

Várias enzimas humanas são proteínas conjugadas, tendo moléculas de íons metálicos de cobre, zinco e manganês, é por isso que necessitamos ingerir esses e outros tipos de íons em nossa dieta, já que nosso organismo não as produz.

Exemplos de elementos inorgânicos que servem como cofatoresEditar

Elementos inorgânicos que servem como cofatores das enzimas
Cu2+ Citocromo oxidase
Fe2+ ou Fe3+ Citocromo oxidase, catalase, peroxidase
K+ Piruvato quinase
Mg2+ Hexoquinase, glicose-6-fosfatase, piruvato quinase
Mn2+ Arginase, ribonucleotídeo redutase
Mo Dinitrogenase
Ni+2 Urease
Se Glutationa peroxidase
Zn2+ Anidrase carbônica, desidrogenase alcoólica, carboxipeptidase A e B

Referências

  1. NELSON, David; et al. Princípios de Bioquímica de Lehninger. [S.l.: s.n.] 
  Este artigo sobre Bioquímica é um esboço relacionado ao Projeto Química. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.