Abrir menu principal

Dromiciops gliroides

(Redirecionado de Colocolo)


Como ler uma infocaixa de taxonomiaDromiciops gliroides[1]
Monito del Monte ps6.jpg
Estado de conservação
Quase ameaçada
Quase ameaçada (IUCN 3.1) [2]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Infraclasse: Marsupialia
Ordem: Microbiotheria
Família: Microbiotheriidae
Género: Dromiciops
Thomas, 1894
Espécie: D. gliroides
Nome binomial
Dromiciops gliroides
Thomas, 1894
Distribuição geográfica
DromiciopsGliroidesMAD.png

Dromiciops gliroides é uma espécie de marsupial da família Microbiotheriidae endêmica da América do Sul. É a única espécie descrita para o gênero Dromiciops, e a única representante existente da ordem Microbiotheria.[1] Conhecido popularmente como colocolo.

É assim considerado um fóssil vivente, uma vez que os outros membros da sua ordem se extinguiram entre o Oligoceno e o Mioceno, apesar de terem sido muito abundantes na fauna do Miocénico da América do Sul. Apesar de serem encontrados neste subcontinente, o colocolo tem mais parecenças com os marsupiais da Austrália. Ignora-se se os ancestrais do colocolo foram da Austrália à América através da Antártida, ou se já se encontravan aí localizados desde que ambos os continentes estavam unidos formando Gondwana.

O colocolo é um animal de pequeno porte, medindo apenas 13 cm de comprimento para cerca de 30 g de peso. Têm uma pelagem acastanhada e lustrosa, orelhas arredondadas e uma mancha preta em torno dos olhos. É um animal carnívoro que se alimenta de insectos, minhocas.

Distribuição e habitatEditar

O colocolo vive exclusivamente em florestas do Chile e Argentina, preferindo áreas húmidas de vegetação densa nas quais o colocolo é relativamente comum, apesar de ameaçado pela desflorestação. Pode encontrar-se especificamente nos bosques húmidos do sul do Chile, entre os 36 e 43 graus de latitude, na Ilha Grande de Chiloé, na Cordilheira da Costa, no vale central, e na Cordilheira dos Andes. Habita também em algumas regiões da Argentina.

O colocolo é considerado por algumas culturas nativas do Chile como um sinal de extremo mau agouro e por outras como de muito bom agouro.

Referências

  1. a b Gardner, A.L. (2005). Wilson, D.E.; Reeder, D.M. (eds.), ed. Mammal Species of the World 3 ed. Baltimore: Johns Hopkins University Press. 21 páginas. ISBN 978-0-8018-8221-0. OCLC 62265494 
  2. Diaz, M.; Teta, P. (2008). Dromiciops gliroides (em Inglês). IUCN 2014. Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN de 2014 . . Página visitada em 22 de setembro de 2014..
  Este artigo sobre marsupiais, integrado no Projeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.