Abrir menu principal

Combinação, no enxadrismo, é uma sequência tática de lances forçados em uma partida de xadrez. As jogadas executadas de forma ativa, com intuito de obter vantagem posicional ou material, forçando o adversário a uma posição de desvantagem na partida.

No xadrez pode-se observar diversas combinações, cada qual com seu objetivo, utilizada de forma livre pelo enxadrista de forma que desenvolva melhor sua tática. Dentre algumas combinações, cita-se: peças cravadas, peças sobrecarregadas, ataque duplo e xeque descoberto, "zugzwang", entre outras.

Índice

Peças cravadasEditar

São peças nas quais a sua movimentação permitiria ao inimigo atacar outra peça, de maior valor ou o próprio rei. Nesses casos separamos essa combinação em dois tópicos:

Cravada absolutaEditar

Quando a movimentação da peça permite o ataque inimigo ao rei, portando a peça não pode se deslocar, pois deixaria o próprio rei em xeque.

Cravada relativaEditar

Quando a movimentação da peça permite o ataque inimigo a uma peça de maior valor.

Peças sobrecarregadasEditar

São estas as peças que se encontram defendendo, simultaneamente, duas ou mais peças.

Duplos e Xeques descobertosEditar

O "duplo" descreve-se como o ataque simultâneo de uma peça à duas ou mais.

O "xeque descoberto" é o ataque duplo executado pelo rei.

"'Exemplos de duplos"'Editar

Garfo : Quando o peão ameaça duas peças à sua diagonal. Xeque duplo : Consiste no ataque de quaisquer peças ao rei e a outras, simultaneamente.

"Zugzwang"Editar

Comumente descrito apenas como "zug", consiste na obrigação da execução de um movimento, ou seja, quando este movimento é crucial.

Referências

  • D’AGOSTINI, Orfeu. Xadrez Básico. São Paulo: Ediouro, 1954.
  • FILGUTH, Rubens. Xadrez de A a Z: dicionário ilustrado. Porto Alegre: Artmed, 2005. 240 pp.

[1]

  Este artigo sobre enxadrismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  A Wikipédia possui o
Portal de Enxadrismo