Abrir menu principal

Compal

página de desambiguação de um projeto da Wikimedia

Compal, designação para Companhia de Conservas Alimentares, SA, é uma empresa portuguesa do ramo alimentar, criada em 1952, no Entroncamento. Na década de 60 a Compal foi integrada no maior consórcio económico português na altura: a CUF (Companhia União Fabril). Esta integração permitiu o reforço de capitais da empresa, o recurso ao crédito e a construção de uma nova unidade fabril em Almeirim (1964).

Inicialmente dedicada ao fabrico de conserva de tomate, ao longo dos anos a Compal diversificou o seu principal ramo de negócio, passando a fabricar sumos de fruta, néctares e refrigerantes, vegetais em conserva e, mais recentemente, águas gaseificadas (2005).

No ano de 1998, seguindo uma estratégia de internacionalização, a Compal entrou no mercado espanhol de sumos, e bebidas à base de sumos. Actualmente, exporta para 39 países, abrangendo os mercados da Europa, África e Estados Unidos.

Em 2005, a Compal, que fazia parte do grupo Nutrinveste, foi vendida ao consórcio formado pela Caixa Geral de Depósitos e pela Sumolis (detentora das marcas Pepsi-Cola, 7 Up e Lipton Ice Tea, em Portugal).

Em 2007, a Compal ganhou o prémio Zenith International, na categoria inovação de melhor novo sumo, e nas categorias respeitantes ao melhor conceito, com o produto Compal Essencial (doses individuais de fruta).

Em 2009 é criada a Sumol+Compal, resultado da integração da Compal e da Sumol.[1]

Referências

  1. «Quem somos». Sumolcompal.pt. Consultado em 30 de setembro de 2012 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.