Companhia Sueca das Índias Orientais

A Casa das Índias Orientais (Ostindiska huset) em Gotemburgo, onde esteve albergada a Companhia Sueca das Índias Orientais. Hoje em dia, o Museu da Cidade de Gotemburgo.

A Companhia Sueca das Índias Orientais (em sueco: Svenska Ostindiska Companiet; com a sigla SOIC) foi uma companhia majestática estabelecida na Suécia, em 1731, com sede na cidade portuária de Gotemburgo, destinada ao comércio com a Ásia Oriental, particularmente com a China.
Sob a égide deste império colonial privado, foram efetuadas 132 expedições, com 37 navios.
Inicialmente foi um êxito comercial, em concorrência com as suas congéneres inglesa e holandesa, mas entrou num período de prejuízos frequentes, e acabou por ser dissolvida em 1813. [1][2][3][4][5]

Companhia Sueca das Índias Orientais
Nome nativo Svenska Ostindiska Companiet
empresa estatal
Atividade Comércio
Fundação 14 Junho 1731
Fundador(es) Henrik König,Colin Campbell e

Niclas Sahlgren

Encerramento 13 Dezembro 1813
Website oficial www.ostindiskakompaniet.se

Referências

  1. Tore Frängsmyr. «Ostindiska kompaniet» (em sueco). Nationalencyklopedin - Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 6 de março de 2016 
  2. «Ostindiska kompanier» (em sueco). Projekt Runeberg – Nordisk familjebok. Consultado em 6 de março de 2016 
  3. Magnusson, Thomas; et al. (2004). «Ostindiska kompanier». Vad varje svensk bör veta (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag e Publisher Produktion AB. p. 43. 654 páginas. ISBN 91-0-010680-1 
  4. Bernadette de Castelbajac. «Companhia das Índias, grande negócio em muitas versões». História viva. Consultado em 6 de março de 2016. Arquivado do original em 16 de fevereiro de 2013 
  5. Hadenius, Stig; Torbjörn Nilsson, Gunnar Åselius (1996). «Ostindiska kompaniet». Sveriges historia - Vad varje svensk bör veta (História da Suécia – O que todos os suecos devem saber) (em sueco). Estocolmo: Bonnier Alba. p. 224. 447 páginas. ISBN 91-34-51784-7 

Ver tambémEditar