Casa da Guiné

(Redirecionado de Companhia da Guiné)

Casa da Guiné ou Casa da Mina foi a designação dada, no contexto dos Descobrimentos portugueses, aos armazéns reais portugueses da segunda metade do século XV.

Casa da Guiné
Bandeira da Companhia da Guiné
Atividade Comércio internacional
Destino Dissolvido
Sede Lagos, Portugal

HistóriaEditar

Localizada originalmente em Lagos, após a morte do Infante D. Henrique (1460), foi transferida por Afonso V de Portugal para a cidade de Lisboa em 1463.

Era em seus armazéns que os funcionários régios (feitores, oureiros, escrivães, etc.) descarregavam, arrolavam e controlavam os produtos ultramarinos que eram monopólio da Coroa, cobrando os respectivos impostos. Só depois destas operações é que os produtos podiam ser transportados para a feitoria de Antuérpia, na Flandres, de onde eram colocados nos mercados europeus.

Esses armazéns tiveram diversas denominações, segundo o lugar de origem dos produtos: originalmente "Casa da Guiné", posteriormente "Casa da Guiné e Mina" (1482-1483), "Casa da Índia e da Guiné" (1499). A partir de 1503, passou a ser utilizada a denominação de Casa da Índia para os referir.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre a Guiné-Bissau é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.