Abrir menu principal

Conde de Lumiares foi um título de nobreza portuguesa, A sua denominação refere-se à localidade de Lumiares. Em Portugal o título existiu em duas famílias, em períodos completamente distintos:

Conde de Lumiares (antigo)Editar

Título criado por carta de 2 de novembro de 1607 pelo rei Filipe II de Portugal e concedido ao primogénito de Cristóvão de Moura, 1.º Marquês de Castelo Rodrigo:

  1. D. Manuel de Moura Corte Real (1590-1651), foi também 2.º marquês de Castelo Rodrigo.

Depois da Restauração, o título continuou a ser concedido mas como título Espanhol, não sendo reconhecido como título Português:

  1. D. Cristovão de Moura;
  2. D. Cristovão de Moura;
  3. Francesco Pio, 6.º marquês de Castelo Rodrigo;
  4. Isabel Maria Pio, 7.ª marquesa de Castelo Rodrigo.

Conde de Lumiares (moderno)Editar

Título criado pelo rei José I de Portugal em 29 de Outubro de 1753, a favor de Carlos Carneiro de Sousa e Faro (1710-1775), por troca de conde da Ilha do Príncipe, de que era o quinto conde.

  1. Carlos Carneiro de Sousa e Faro, 5.º conde da Ilha do Príncipe;
  2. Madalena Gertrudes Carneiro de Sousa e Faro;
  3. Maria do Resgate Carneiro Portugal da Gama Vasconcelos Sousa Faro;
  4. D. José Manuel da Cunha Faro Meneses Portugal Gama Carneiro e Sousa;
  5. D. José Félix da Cunha e Meneses;
  6. D. José Manuel da Cunha Faro e Meneses Portugal da Silveira.
  Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.