Abrir menu principal

Congregação do Imaculado Coração de Maria

congregação religiosa católica romana para homens

Congregação do Imaculado Coração de Maria
 
Congregatio Immaculati Cordis Mariæ
Cor Unum et Anima Una (latim)
Um coração e uma alma
sigla
C.I.C.M.
Tipo: Congregação religiosa
Fundador (a): Padre Theofiel Verbist
Local e data da fundação: 1862, em Milão
Superior geral: Pe. Charles Phukuta Khonde
Membros: 850 membros (665 sacerdotes) (2016)
Sede: Via S. Giovanni Eudes 95, 00163 Roma, Itália
Site oficial: http://www.missionhurst.org
Projeto Catolicismo · uso desta caixa

A Congregação do Imaculado Coração de Maria, também chamada dos Missionários de Scheut é uma congregação religiosa da Igreja Católica. Seu nome latino é Congregatio Immaculati Cordis Mariæ, o que determina sua sigla: CICM. Foi fundada em 1862, em Scheut, na periferia de Bruxelas, pelo sacerdote belga Padre Theofiel Verbist (1823-1868), animado por uma espiritualidade essencialmente Mariana.

Em 1865, o fundador, junto com outros três padres partiu para Siwantze, hoje distrito de Chong Li, na província de He Bei, na Mongólia, onde o clima rígido e a população dispersa num vasto território e outras inúmeras dificuldades puserem à prova a sua e a de seus companheiros. Em 23 de fevereiro de 1868, empreendendo uma viagem de missão, o padre Verbist adoeceu e morreu.

Atualmente, a congregação é uma comunidade internacionalizada, composta de mil religiosos, oriundos de dezesseis países do mundo, que se dedicam ao trabalho missionário com grande ardor, estando presente em vinte e oito países. A congregação é muito ativa em Taiwan, Hong-Kong, Mongólia, Singapura e Indonésia. Em Taiwan, os Missionários de Scheut atuam intensamente na educação, na assistência sanitária e na vida pastoral.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.