Abrir menu principal

Congresso Somali Unido foi uma organização político-militar somali formada em grande parte pelo clã Hawiye, fundada em Roma em janeiro de 1989 para se opor ao regime de Siad Barre. O Congresso Somali Unido foi uma das principais organizações rebeldes na Somália, desempenhando um papel importante na derrubada do governo de Siad Barre em 1991.[1] Com sede no centro do país, a organização toma a capital Mogadíscio em janeiro de 1991 e tornou-se alvo da Força-Tarefa Unificada em 1993. Durante a década de 1990, após disputas internas, se divide em várias facções rivais que se engajam em uma guerra fratricida.[2] Em 2004, com o estabelecimento de um Governo Nacional de Transição, o processo de desarmamento foi posto em prática e alguns ex-líderes moderados da Congresso Somali Unido foram incorporados à nova administração interina.

Principais membrosEditar

Referências