Abrir menu principal

Consistórios de Alexandre VI

31 de agosto de 1492Editar

  1. Juan de Borja-Llanzol de Romani, sobrinho papal, arcebispo de Monreale - cardeal-sacerdote de S. Susanna, † 1 de agosto de 1503

20 de setembro de 1493Editar

Todos os novos cardeais receberam os títulos em 23 de setembro de 1493.

  1. Jean Bilhères de Lagraulas , OSB, bispo de Lombès, embaixador do rei da França - cardeal-sacerdote de S. Sabina, † 6 de agosto de 1499
  2. Giovanni Antonio Sangiorgio , bispo de Alessandria - cardeal-sacerdote da SS. Nereo ed Achilleo, então cardeal-bispo de Tusculum (23 de dezembro de 1503), cardeal-bispo de Palestrina (17 de setembro de 1507), cardeal-bispo de Sabina (22 de setembro de 1508), † 14 de março de 1509
  3. Bernardino López de Carvajal , bispo de Cartagena - cardeal-sacerdote das SS. Marcelino e Pietro, então cardeal-sacerdote de S. Croce in Gerusalemme (2 de fevereiro de 1495), cardeal-bispo de Albano (3 de agosto de 1507), cardeal-bispo de Tusculum (17 de setembro de 1507), cardeal-bispo de Palestrina (22 de setembro de 1508), cardeal-bispo de Sabina (28 de março de 1509); excomungado e deposto em 24 de outubro de 1511 por sua participação no pseudo conselho cismático de Pisa; reintegrado em 27 de junho de 1513 como cardeal-bispo de Sabina, então cardeal-bispo de Ostia e Velletri (24 de julho de 1521), † 16 de dezembro de 1523
  4. Cesare Borgia , Filho do Papa - cardeal-diácono de S. Maria Nuova; renunciou ao seu cardealato em 18 de agosto de 1498, † 12 de março de 1507
  5. Giuliano Cesarini, iuniore - cardeal-diácono da SS. Sérgio e Bacco, então cardeal-diácono de S. Angelo (12 de junho de 1503), † 1 de maio de 1510
  6. Domenico Grimani - cardeal-diácono de S. Nicola inter Imagines, então cardeal-sacerdote de S. Nicola inter Imagines (28 de março de 1498), cardeal-sacerdote de S. Marco (25 de dezembro de 1503), cardeal-bispo de Albano (22 de setembro) 1508), cardeal-bispo de Tusculum (3 de junho de 1509), cardeal-bispo de Porto e Santa Rufina (20 de janeiro de 151), † 27 de agosto de 1523
  7. Alessandro Farnese - cardeal-diácono da SS. Cosma e Damiano, então cardinal-diácono de S. Eustáquio (11 de Outubro [1] 1503), Cardinal-Bishop de Túsculo (15 de junho de 1519), Cardinal-Bishop de Palestrina (09 de dezembro de 1523), Cardinal-Bishop de Sabina (18 Dezembro de 1523), cardeal-bispo de Porto e Santa Rufina (20 de maio de 1524), cardeal-bispo de Ostia e Velletri (15 de junho de 1524), tornou-se papa Paulo III em 13 de outubro de 1534, † 10 de novembro de 1549
  8. Bernardino Lunati - cardeal-diácono de S. Ciriaco, † 8 de agosto de 1497
  9. Raymond Peraudi , OSA, bispo de Gurk - cardeal-diácono de S. Maria in Cosmedin, então cardeal-sacerdote de S. Vitale (1494), cardeal-sacerdote de S. Maria Nuova (29 de abril de 1499), † 5 de setembro de 1505
  10. John Morton, arcebispo de Canterbury - cardeal-sacerdote de S. Anastasia, † 15 de setembro de 1500
  11. Fryderyk Jagiellończyk , administrador de Cracóvia - cardeal-sacerdote de S. Lucia em Septisolio, † 14 de março de 1503
  12. Ippolito d'Este , administrador de Esztergom - cardeal-diácono de Santa Lúcia em Silice, † 3 de setembro de 1520

Maio de 1494Editar

  1. Luigi d'Aragona - cardeal-diácono de S. Maria in Cosmedin, † 21 de janeiro de 1519

16 de janeiro de 1495Editar

  1. Guillaume Briçonnet , bispo de Saint-Malo - cardeal-sacerdote de S. Pudenziana, então cardeal-bispo de Albano (17 de setembro de 1507), cardeal-bispo de Tusculum (22 de setembro de 1508), cardeal-bispo de Palestrina (3 de junho de 1509) ); excomungado e deposto em 24 de outubro de 1511 por sua participação no pseudo conselho cismático de Pisa; reintegrado em 7 de abril de 1514 como cardeal-sacerdote de S. Pudenziana, [2] 14 de dezembro de 1514

21 de janeiro de 1495

  1. Philippe de Luxembourg , bispo de Le Mans - cardeal-sacerdote das SS. Marcellino e Pietro (recebeu o título em 2 de fevereiro de 1495), então cardeal-bispo de Albano (3 de junho de 1509), cardeal-bispo de Tusculum (20 de janeiro de 1511), † 2 de junho de 1519

19 de fevereiro de 1496Editar

Todos os novos cardeais receberam os títulos em 24 de fevereiro de 1496.

  1. Juan López , bispo de Perugia - cardeal-sacerdote de S. Maria in Trastevere, † 5 de agosto de 1501
  2. Bartolomé Martí , bispo de Segorbe - cardeal-diácono de S. Agata em Suburra, † 25 de março de 1500
  3. Juan de Castro , bispo de Agrigento - cardeal-sacerdote de S. Prisca, † 29 de setembro de 1506
  4. Juan de Borja Lanzol de Romaní, o menor , parente do Papa, bispo eleito de Melfi - cardeal-diácono de S. Maria na Via Lata, † 17 de janeiro de 1500

17 de setembro de 1498Editar

  1. Georges d'Amboise , arcebispo de Rouen - cardeal-sacerdote de S. Sisto, † 25 de maio de 1510

28 de setembro de 1500Editar

  1. Diego Hurtado de Mendoza y Quiñones , arcebispo de Sevilha - cardeal-sacerdote de S. Sabina (recebeu o título em 5 de outubro de 1500), † 14 de outubro de 1502
  2. Amanieu d'Albret - cardeal-diácono de S. Nicola em Carcere (recebeu o título em 5 de outubro de 1500), † 20 de dezembro de 1520
  3. Pedro Luis de Borja Lanzol de Romaní , OSIo.Hieros., Arcebispo eleito de Valência - cardeal-diácono de S. Maria na Via Lata (recebeu o título em 5 de outubro de 1500), então cardeal-sacerdote de S. Marcello (7 de dezembro 1503), † 4 de outubro de 1511
  4. Jaume Serra i Cau , arcebispo de Oristano - cardeal-sacerdote de S. Vitale (recebeu o título em 5 de outubro de 1500), então cardeal-sacerdote de S. Clemente (28 de junho de 1502), cardeal-bispo de Albano (20 de janeiro de 1511) 15 de março de 1517
  5. Pietro Isvalies , arcebispo de Reggio di Calabria - cardeal-sacerdote de S. Ciriaco (recebeu o título em 5 de outubro de 1500), então cardeal-sacerdote de S. Pudenziana (18 de agosto de 1507), † 22 de setembro de 1511
  6. Francisco de Borja , arcebispo de Cosenza - cardeal-sacerdote de S. Cecilia (recebeu o título em 5 de outubro de 1500), então cardeal-sacerdote da SS. Nero ed Achilleo (11 de agosto de 1506), † 4 de novembro de 1511
  7. Juan de Vera , arcebispo de Salerno - cardeal-sacerdote de S. Balbina (recebeu o título em 5 de outubro de 1500), † 4 de maio de 1507
  8. Ludovico Prodocator , bispo de Capacio - cardeal-sacerdote de S. Agata em Suburra (recebeu o título em 5 de outubro de 1500), † 25 de agosto de 1504
  9. Antonio Trivulzio , OCRSA, Bishop de Como - cardinal-padre de S. Anastasia (recebeu a título provavelmente em novembro 1500 [3] ), em seguida, cardinal-padre de S. Stefano em Monte Celio (01 de julho de 1504), [4] † 18 de março de 1508
  10. Giovanni Baptista Ferrari , bispo de Modena - cardeal-sacerdote de S. Crisogono (recebeu o título em 5 de outubro de 1500), † 20 de julho de 1502
  11. Tamás Bakócz , arcebispo de Esztergom, chanceler do Reino da Hungria - cardeal-sacerdote das SS. Silvestro e Martino (recebeu o título provavelmente em novembro de 1500 [5] ), † 11 de junho de 1521
  12. Marco Cornaro - cardeal-diácono de S. Maria in Portico (recebeu o título em 5 de outubro de 1500), então cardeal-diácono de S. Maria na Via Lata (19 de março de 1513), cardeal-sacerdote de S. Marco (14 de dezembro de 1523 cardeal-bispo de Albano (20 de maio de 124), cardeal-bispo de Palestrina (15 de junho de 1524), † 24 de julho de 1524
  13. Gianstefano Ferrero , bispo de Vercelli ( in pectore , publicado em 28 de junho de 1502) - cardeal-sacerdote de S. Vitale (recebeu o título em 28 de junho de 1502), então cardeal-sacerdote da SS. Sergio e Bacco (22 de dezembro de 1505), † 5 de outubro de 1510

31 de maio de 1503Editar

  1. Juan Castellar y de Borja , arcebispo de Trani - cardeal-sacerdote de S. Maria in Trastevere (recebeu o título em 12 de junho de 1503), † 1 de janeiro de 1505
  2. Francisco de Remolins , arcebispo de Sorrento - cardeal-sacerdote das SS. Giovanni e Paolo (recebeu o título em 12 de junho de 1503), então cardeal-sacerdote de S. Marcello (27 de outubro de 1511), cardeal-bispo de Albano (16 de março de 1517), † 5 de fevereiro de 1518
  3. Francesco Soderini , bispo de Volterra - cardeal-sacerdote de S. Susanna (recebeu o título provavelmente em 11 de outubro de 1503 [6] ), então cardeal-sacerdote da SS. XII Apostoli (15 de setembro de 1508), cardeal-bispo de Sabina (29 de outubro de 1511), cardeal-bispo de Tivoli (27 de junho de 1513), cardeal-bispo de Palestrina (18 de julho de 1516), cardeal-bispo de Porto e Santa Rufina ( 9 de dezembro de 1523), cardeal-bispo de Ostia e Velletri (18 de dezembro de 1523), † 17 de maio de 1524
  4. Melchior von Meckau , bispo de Brixen - cardeal-sacerdote de S. Nicola inter Imagines (recebeu o título em 25 de dezembro de 1503), então cardeal-sacerdote de S. Stefano em Monte Celio (4 de janeiro de 1509? [7] ), † 3 Março de 1509
  5. Niccolò Fieschi , bispo eleito de Fréjus - cardeal-sacerdote de Santa Lúcia em Septisolio (recebeu o título em 12 de junho de 1503), então cardeal-sacerdote de S. Prisca (5 de outubro de 1506), cardeal-bispo de Albano (5 de fevereiro) 1518), cardeal-bispo de Sabina (24 de julho de 1521), cardeal-bispo de Porto e Santa Rufina (18 de dezembro de 1523), cardeal-bispo de Ostia e Velletri (20 de maio de 1524), † 15 de junho de 1524
  6. Francisco Desprats , bispo de León - cardeal-sacerdote das SS. Sergio e Bacco (recebeu o título em 12 de junho de 1503), † 10 de setembro de 1504
  7. Adriano Castellesi , bispo de Hereford - cardeal-sacerdote de S. Crisogono (recebeu o título em 12 de junho de 1503); excomungado e deposto em 5 de julho de 1518, † dezembro de 1521
  8. Jaime de Casanova - cardeal-sacerdote de S. Stefano em Monte Celio (recebeu o título em 12 de junho de 1503), † 4 de junho de 1504
  9. Francisco Lloris y de Borja , bispo de Elne - cardeal-diácono de S. Sabina (recebeu o título em 12 de junho de 1503), então cardeal-diácono de S. Maria Nuova (17 de dezembro de 1505), † 22 de julho de 1506

NotasEditar

ReferênciasEditar

  1. Eubel, III, p. 5, says, that Alessandro Farnese was transferred from the deaconry of SS. Cosma e Damiano to that of S. Eustachio on 29 November 1503. But He actually occupied the deaconry of S. Eustachio already during the conclave on 1 November 1503 (Annales Ecclesiastici, vol. 35, p. 395). He must have opted for this deaconry during the short pontificate of Pius III, who himself had been cardinal-deacon of S. Eustachio before his election to the Papacy. Diary of Johann Burchard registered only one consistory under Pius III – it took place on 11 October 1503
  2. He shared this title with Cardinal Matthäus Schinner of Sion.
  3. According to Eubel, II, p. 24, n. 1, all the cardinals created and published on 28 September 1500 received their titles on 5 October 1500. Eubel cites Diary of Johann Burchard, p. 76-82, but Burchard says that on that Day the titles were given to those present, while some absent received their titles somewhat later. Trivulzio couldn’t have received the title of S. Anastasia before 1 November 1500 because only on that day the news of the death of Cardinal Morton, his predecessor in this title, reached Rome (cf. Eubel, II, p. 55).
  4. Eubel, III, p. 7, says that on 4 January 1507 Trivulzio opted for unknown title but this is unlikely because at the time of his death he was still cardinal-priest of S. Stefano, cf. Annales Ecclesiastici, vol. 30, p. 493. Besides, he also subscribed the bull issued on 1 December 1507 as cardinal-priest of S. Stefano, see Bullarium Romanum, ed. Augustinae Taurinorum, Tomus IV, 1859, p. 464.
  5. According to Eubel, II, p. 24, n. 1, all the cardinals created and published on 28 September 1500 received their titles on 5 October 1500. Eubel cites Diary of Johann Burchard, p. 76-82, but Burchard says that on that day the titles were given to those present, while some absent received their titles somewhat later. The title of SS. Silvestro e Martino was occupied by Cardinal d'Espinay until his death on 11 November 1500, and the news of his death reached Rome only on 23 November 1500 (cf. Eubel, II, p. 55).
  6. Soderini must have received this title after 1 August 1503 (death of Cardinal Borja Lanzol de Romani) and before the death of Pius III, because he appears as cardinal-priest of S. Susanna in the papal conclave on 1 November 1503. Since Pope Alexander VI died 18 August 1503 and neither Eubel nor Burchard recorded any consistory in August 1503, he must have received the title of S. Susanna in the only consistory of Pius III on 11 October 1503.
  7. Eubel, III, p. 70, gives the date 4 January 1507, but see Beschreibende Darstellung der älteren Bau- und Kunstdenkmäler des Königreichs Sachsen, 40, p. 477. The title of S. Stefano was assigned to cardinal Antonio Trivulzio until 18 March 1508. On 1 December 1507 Melchior von Meckau subscribed papal bull as cardinal-priest of S. Nicola inter Imagines and on the same bull Antoni Trivulzio subscribed as cardinal-priest of S. Stefano in Monte Celio , see Bullarium Romanum, ed. Augustinae Taurinorum, Tomus IV, 1859, p. 464.