Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde janeiro de 2016). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Constituição de Cúcuta
Capa da Constituição de Cúcuta.
Ratificado 30 de agosto de 1821 (197 anos)
Local de assinatura Cúcuta
Flag of the Gran Colombia.svg Grã-Colômbia
Propósito Constituição Nacional.
Autoria Congresso de Cúcuta

A Constituição de Cúcuta, também conhecida como Constituição da Grã-Colômbia ou Constituição de 1821, foi o resultado do Congresso de Cúcuta que se desenrolou em 30 de agosto de 1821 e que tinha como principal objetivo criar a República da Colômbia através da unificação da Nova Granada (Colômbia e Panamá) e Venezuela.

Ocorreu depois da Batalha de Carabobo (24 de junho de 1821), que deu oficialmente a independência a Venezuela e logo a libertação de Caracas, Cartagena, Popayán e Santa Marta.

Em 30 de agosto de 1821, foi proclamada a Constituição de Cúcuta, que foi expedida em 12 de julho. Esta documento seria vigente na Grã-Colômbia até a dissolução deste país em 1830.

Ícone de esboço Este artigo sobre direito é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.