Copa do Mundo de Futsal de 1996

Copa do Mundo de Futsal de 1996
Espanha 1996
Dados
Participantes 16
Anfitrião Flag of Spain.svg Espanha
Período 18 de novembro3 de dezembro
Gol(o)s 290 em 40 partidas (média de 7,25)[1]
Média gol(o)s por partida
Campeão Flag of Brazil.svg Brasil
Vice-campeão Flag of Spain.svg Espanha
Melhor marcador Brasil Manoel Tobias (14 gols)[1]
Público 116.400 (média de 2.910)[1]
◄◄ Hong Kong Hong Kong 1992 Soccerball.svg Guatemala 2000 Guatemala ►►

A Copa do Mundo de Futsal da FIFA de 1996 foi disputado entre 24 de novembro e 8 de dezembro na Espanha. Foi a terceira edição da Copa do Mundo de Futsal sob a organização e chancela da FIFA.[2]

O Brasil conquistou seu terceiro título, derrotando a anfitriã Espanha na final.

CuriosidadesEditar

  • Foi a última vez que as equipes participantes do campeonato puderam inscrever no máximo 12 atletas.
  • Na final entre Brasil e Espanha, foi disputado em Barcelona no Palau Sant Jordi, e contou com a presença na arquibancada de dois jogadores brasileiros, que iniciaram a carreira no futsal: Ronaldo e Giovanni, que jogavam na época no Barcelona. No jogo final, antes da partida iniciar, eles ensinaram os garotos e gandulas a jogar futsal.
  • A final entre Brasil e Espanha teve o recorde de público em um jogo de futsal da FIFA: cerca de 15.500 pessoas assistiram à vitória brasileira por 6-4.
  • Na final, o primeiro gol espanhol anotado por Pato, foi validado de modo irregular pela arbitragem. O replay do lance mostrou que o jogador espanhol chutou a gol quando a bola tinha saído pela linha lateral.
  • O artilheiro do campeonato (incluindo eliminatórias) foi o russo Konstantin Eremenko. Desde o começo do Europeu de futsal (classlificatório para o Mundial) até a partida que deu aos russos o 3° lugar no campeonato diante da Ucrânia, Eremenko marcou 58 gols, sendo 15 deles nas finais na Espanha. No total de mundiais disputados, Eremenko contabiliza 33 gols marcados (somente incluindo as fases finais do Mundial de Futsal).
  • A bola de Ouro de melhor jogador da competição foi para Manoel Tobias.

Primeira FaseEditar

Grupo AEditar

Equipe J V E D GP GC SG P
  Espanha 3 3 0 0 18 3 +15 9
  Ucrânia 3 2 0 1 22 9 +13 6
  Egito 3 1 0 2 13 19 -6 3
  Austrália 3 0 0 3 4 26 -22 0

Grupo BEditar

Equipe J V E D GP GC SG P
  Países Baixos 3 2 1 0 13 6 +7 7
  Rússia 3 1 2 0 15 5 +10 5
  Argentina 3 1 1 1 7 9 -2 4
  China 3 0 0 3 3 18 -15 0

Grupo CEditar

Equipe J V E D GP GC SG P
  Itália 3 2 1 0 16 5 +11 7
  Uruguai 3 2 1 0 7 3 +4 7
  Estados Unidos 3 1 0 2 12 7 +5 3
  Malásia 3 0 0 3 4 24 -20 0

Grupo DEditar

Equipe J V E D GP GC SG P
  Brasil 3 3 0 0 31 5 +26 9
  Bélgica 3 2 0 1 13 10 +3 6
  Irã 3 1 0 2 12 13 -1 3
  Cuba 3 0 0 3 3 31 -28 0

Segunda FaseEditar

Grupo EEditar

Equipe J V E D GP GC SG P
  Espanha 3 3 0 0 8 2 +6 9
  Rússia 3 2 0 1 9 4 +5 6
  Itália 3 1 0 2 5 8 -3 3
  Bélgica 3 0 0 3 4 12 -8 0

Grupo FEditar

Equipe J V E D GP GC SG P
  Brasil 3 2 1 0 12 5 +7 7
  Ucrânia 3 1 2 0 11 9 +2 5
  Uruguai 3 1 0 2 10 14 -4 3
  Países Baixos 3 0 1 2 9 14 -5 1

Fase FinalEditar

  Semifinais Final
6 de Dezembro de 1996
   Brasil  6  
   Rússia  2  
 
8 de Dezembro de 1996
       Brasil  6
     Espanha  4
Disputa de 3º Lugar
6 de Dezembro de 1996 8 de Dezembro de 1996
   Espanha  4    Rússia  3
   Ucrânia  1      Ucrânia  2

Ficha Técnica da FinalEditar

Espanha   4 – 6   Brasil Palau Sant Jordi, Barcelona

Pato   16′03″
Serginho   21′05″
 (g.c.)
Vicentín   26′07″   39′09″
Ficha Técnica
Reportagem
Danilo   8′01″,   23′06″
Choco   16′02″
Márcio   18′04″

Vander Iacovino   37′08″
Manoel Tobias   39′10″
Público: 15,500
Árbitro:   Perry Gautier
Assistente:   Li Zhizhong
     
 
 
Espanha
     
 
 
Brasil
ESPANHA:
GK 1 Jesús Clavería
FIXO 2 Julio García
ALA 3 Javi Limones
ALA 4 Fran Torres
ALA 5 Vicentín     33′11″
FIXO 7 Pato
ALA 8 Lorente
ALA 9 Javi Sánchez
PIVÔ 10 Paulo Roberto
PIVÔ 11 Antonio Adeva
Não Utilizados:
GK 6 Joan
PIVÔ 12 Juanjo
Técnico:
  Javier Lozano
BRASIL:
GK 1 Serginho
FIXO 3 Márcio
ALA 4 Vaguinho   3'
ALA 5 Manoel Tobias
ALA 6 Fininho
ALA 7 Sandrinho
FIXO 8 Danilo
PIVÔ 10 Choco
PIVÔ 12 Vander Iacovino  
Não Utilizados:
GK 2 Bagé
ALA 9 Clóvis Simas
PIVÔ 11 Djacir
Técnico:
  Takão

PremiaçãoEditar

Vencedor
 
BRASIL
Campeão
Vice-campeão   Espanha
3º lugar   Rússia
4º lugar Predefinição:UCRfs

Referências

  1. a b c FIFA.com (28 de agosto de 2008). «FIFA Futsal World Cup Brazil 2008 - Statistical Kit» (PDF) (em inglês). Consultado em 2 de outubro de 2008 
  2. fifa.com/ Technical Report - 3rd FIFA Futsal (Indoor) World Championship

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.