Abrir menu principal
Corpo de Intervenção
Brasão de Armas do Corpo de Intervenção da PSP
Visão geral
Nome comum CI
Sigla CI
Fundação 1979 (40 anos)
Tipo Força policial civil - Unidade de manutenção e reposição de ordem pública
Subordinação Unidade Especial de Polícia
Direção superior Polícia de Segurança Pública
Chefe Comandante da UEP
Estrutura operacional
Sede Calçada da Ajuda, 23 1300 LISBOA
Lisboa
Portugal Portugal
Website www.psp.pt
Portal da polícia
editar

O Corpo de Intervenção (CI) MHM é uma unidade de reserva da Polícia de Segurança Pública (PSP), criada a 27 de Março de 1976, e está directamente sob dependência do director nacional.

Índice

Missão - MissionEditar

É uma unidade especialmente preparada e destinada a ser utilizada em:

  • Acções de manutenção e reposição de ordem pública.
  • Combate a situações de violência concertada.
  • Colaboração com outras forças policiais na manutenção da ordem, na acção contra a criminalidade violenta e organizada, na protecção de instalações importantes e na segurança de altas entidades.
  • Colaboração com os comandos no patrulhamento, em condições a definir por despacho do director nacional.

RecrutamentoEditar

Para se entrar nesta força de elite, além de se ter que ser já agente da PSP, é preciso estar em muito boa forma fisica e psicológica, sendo apenas os melhores recrutas escolhidos. Devido ao rigor do recrutamento, o Corpo de Intervenção possui apenas cerca de 600 efectivos, divididos pelo Comando, Grupos Operacionais e serviços de apoio e logística.

Após aptidão na selecção rigorosa para o ingresso nesta unidade especial, os seleccionados têm de concluir o curso do CI. O curso do Corpo de Intervenção tem por objectivo preparar os recrutas para o ingresso nesta unidade especial, colocando-os ao nível dos elementos que já fazem parte do CI.

A excessiva exigência no curso a nível físico e psicológico determina que muitos dos seleccionados não terminem o curso para ingresso no Corpo de Intervenção.

OrganizaçãoEditar

O Corpo de Intervenção é uma subunidade operacional da UEP - Unidades Especial de Polícia, tem sede em Lisboa e tem a seguinte organização:

  • O Comando
  • Os Grupos Operacionais
  • Os serviços de apoio

Estando o Comando situado em Lisboa e os Grupos Operacionais divididos por Lisboa, Porto e Faro.

CondecoraçõesEditar

A 24 de Março de 1999 foi feito Membro-Honorário da Ordem do Mérito.[1][2]

Recentes acções do Corpo de IntervençãoEditar

No decorrer do Euro 2004 de futebol em Portugal, o Corpo de Intervenção teve um papel preponderante na segurança de todas as entidades Portuguesas e Estrangeiras, adeptos, instalações e dos próprios eventos (jogos de futebol).

No decorrer das manifestações e greves durante a crise de Portugal de 2011 e 2012, o Corpo de Intervenção teve também um papel importante na manutenção da segurança e na contenção dos excessos de violência.

Referências

  1. Revista Exame Angola, Junho 2010 - páginas 20 e 21
  2. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Corpo de Intervenção da Polícia de Segurança Pública". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 19 de abril de 2015 


  Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.