Abrir menu principal
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde agosto de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Cruz na praça
 Brasil
1959 •  
Direção Glauber rocha
Roteiro Glauber Rocha
Elenco Luiz Carlos Maciel
e Anatólio de Oliveira
Direção de fotografia Waldemar Lima
Idioma língua portuguesa

Cruz na Praça é um curta metragem inacabado de 1959 da autoria de Glauber Rocha baseado em um conto de sua própria, cujo título é: A Retreta na Praça, publicado no livro "Panorama do Conto Baiano". O filme foi a primeira produção brasileira a abordar o tema da homossexualidade, porem o mesmo nunca foi concluído. Sobre o assunto Glauber declarou: “Nos princípios dos anos 60, eu tinha uma ideia muito vanguardista do cinema, no mau sentido da palavra, fiz dois curta-metragens com este espírito: Pátio e Cruz na Praça. Este último, não o acabei, porque quando vi o material montado, compreendi que essas idéias já não funcionavam, que minha concepção estética havia mudado”[1]

Na filmografia de Glauber, é considerado perdido uma vez que o negativo original foi destruído. No artigo Um projeto arqueológico do curta-metragem Cruz na praça, de Glauber Rocha (1959)[2] Glauber solicitou que a Iglu Filmes incendiadosse os negativos logo após a montagem do curta-metragem.

EnredoEditar

Em Cruz na Praça, Maciel é perseguido por Anatólio girando em torno do Cruzeiro de San Francisco enquanto dentro da Igreja imagens de anjos, santos e monstros barrocos se precipitam em abstração.

Ligações externasEditar

Templo Glauber [1] Rocha, Glauber (1981) Revolução do cinema novo

Referências

livro: ROCHA, Glauber. Revolução Cinema Novo. São Paulo: Cosac Naify, 2004.


  Este artigo sobre um curta-metragem é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.