Damião Peres

Damião António Peres GCSEGCIH (Lisboa, 8 de Julho de 1889 - Porto, 26 de Outubro de 1976), professor liceal e mais tarde das Faculdades de Letras das Universidades do Porto (1919-1928) e de Coimbra (1931-1959), foi um insigne historiador português, para além de numismata.

Damião Peres
Nome completo Damião António Peres
Nascimento 8 de julho de 1889
Lisboa, Portugal
Morte 26 de outubro de 1976 (87 anos)
Porto, Portugal
Nacionalidade Portugal Português
Ocupação Professor
Magnum opus Américo Vespúcio e a expedição de 1501-1502: resposta a Marcondes de Sousa
História de Portugal - edição monumental da Portucalense Editora, Porto (1928-1981)

BiografiaEditar

Nascido em Lisboa em 1889, foi reitor do Liceu do Funchal e do Liceu Gil Vicente, em Lisboa. Transitou para a Universidade do Porto (1919-1930).[1]

Foi doutorado honoris causa pelas universidades de Montpellier e Bordéus, e foi membro da Academia das Ciências de Lisboa e fundador da Academia Portuguesa da História.

Da sua vastíssima obra, podem mencionar-se Como Nasceu Portugal, História dos Descobrimentos Portugueses (1943), Portugal na História da Civilização (1946) e Pedro Álvares Cabral e o Descobrimento do Brasil (1959). Dirigiu ainda a monumental História de Portugal (1928-1954), dita de Barcelos. Colaborou na revista Serões[2] (1901-1911).

A 19 de Julho de 1961 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique e a 5 de Julho de 1968 com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada.[3]

ObrasEditar

  • D. João I (1917);
  • Regimento das Cazas das Indias e Mina : manuscrito inédito;
  • História de Portugal (1928-1954), 7+3 volumes;
  • 1580 : o govêrno do prior do Crato (1929);
  • Como nasceu Portugal (1938);
  • História dos descobrimentos portugueses (1943);
  • O descobrimento do Brasil por Pedro Álvares Cabral : antecedentes e intencionalidade (1949);
  • Américo Vespúcio e a expedição de 1501-1502: resposta a Marcondes de Sousa (1949);
  • Diogo Cão (1957);
  • Pedro Álvares Cabral e o descobrimento do Brasil (196?);
  • A gloriosa história dos mais belos castelos de Portugal (1969);
  • Os descobrimentos portugueses (1970);
  • Os mais antigos roteiros da Guiné : publicados com notícia explicativa (1992);

Referências

  1. Revista 25 de Abril n.º 15 (1976). Faleceu o Prof. Damião Peres. [S.l.]: Secretaria de Estado da Emigração 
  2. Serões: revista semanal ilustrada (1901-1911) cópia digital, Hemeroteca Digital
  3. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Damião Peres". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 18 de fevereiro de 2016 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Personalidades, integrado no Projecto Grande Porto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.