Daniel Freitas (ciclista)

ciclista português
Daniel Freitas
Nome nativo Daniel Alexandre Loureiro Silva FreitasVisualizar e editar dados no Wikidata
Nascimento 10 de maio de 1991
Vila Nova de Famalicão
Cidadania PortugalVisualizar e editar dados no Wikidata
Ocupação Ciclista desportivo (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Informação equipa
Equipa atual Miranda-Mortágua
Amador
2013
2015
Anicolor
Anicolor-Mortágua
Profissional
2011
2012
2014
2016-2018
2019-
Barbot-Efapel
Efapel-Glassdrive
LA Alumínios-Antarte
W52-FC Porto
Miranda-Mortágua
Estatísticas
Daniel Freitas (ciclista) no ProCyclingStats


Daniel Alexandre Loureiro Silva Freitas (nascido em em Vila Nova de Famalicão) é um ciclista português, membro da equipa Miranda-Mortágua.

BiografiaEditar

Em 2007, Daniel Freitas é sagrado duplo Campeão de Portugal, nos cadetes. Durando a Volta a Portugal juniores em 2009, está controlado positivo a duas vezes à morfina, uma substância proibida. Inicialmente vencedor da carreira, está descatalogado em benefício do seu colega Rafael Reis e vê-se suspenso 18 meses pela sua federação, pena finalmente reduzida.[1]

Uma vez que a sua suspensão termina, passa a profissional em 2011, nas fileiras do equipa continental portuguesa Barbot-Efapel. Com esta, consegue o Circuito de Malveira em 2012, prova de entidade do calendário nacional português.[2] Novamente baixado nos amadores em 2013, ganha três carreiras com o clube Anicolor, entre as quais o grande Prêmio de Mortágua.[3] e termina sobretudo terceiro da Clássica de Pascua e sétimo na Volta a Portugal do Futuro.

Em 2016, encontra as faixas profissionais apanhando a equipa W52-FC Porto. Primeiramente quarto da Clássica da Primavera no mês de março,[4], ilustra-se depois em Espanha na o Volta riojana onde termina ao pé do pódio, no quarto lugar.[n 1] De regresso ao circuito português, toma o terceiro lugar da etapa inaugural da Volta à Bairrada, conseguida pelo seu colega Samuel Caldeira[5]. Sempre em primavera, se classifica-se segundo da Volta à Albergaria[6] e terceiro do Troféu Concelhio Oliveira de Azeméis, duas séries da Copa de Portugal.[7]

PalmarésEditar

Classificações mundiaisEditar

Ano 2015 2016 2017 2018
UCI Europe Tour 1 173.[8] 705.º[9] 1 062[10] 1 666[11]

Notas e referênciasEditar

NotasEditar

  1. Sergey Shilov, inicialmente segundo da prova, está descatalogado por dopagem ao meldonium. Daniel Freitas, inicialmente quinto, recupera pois o quarto lugar

Referências

  1. «Daniel Freitas suspenso 16 meses». jornalciclismo.com. 1 de junho de 2010 
  2. «Circuito da Malveira : o primeiro triunfo de Daniel Freitas». jornalciclismo.com. 2 de setembro de 2012 
  3. «Daniel Freitas ganhou circuito de Mortágua». jornalciclismo.com. 15 de agosto de 2013 
  4. «Daniel Freitas fé ou melhor portista na Clássica da Primavera». fcporto.pt. 6 de março de 2016 
  5. «Samuel Caldeira líder na Volta a Bairrada». record.pt. 24 de abril de 2016 
  6. «W52-FC Porto Porto Canal triunfou em Albergaria-a-Velha». fcporto.pt. 22 de maio de 2016 
  7. «uan Ignacio Pérez vence em Oliveira de Azeméis». fcporto.pt. 18 de junho de 2016 
  8. «UCI Europe Tour Ranking - 2015 - Individual». dataride.uci.ch (em inglês). UCI. Consultado em 15 de agosto de 2017 
  9. «UCI Europe Tour Ranking - 2016 - Individual». dataride.uci.ch (em inglês). UCI. Consultado em 15 de agosto de 2017 
  10. «UCI Europe Tour Ranking - 2017 - Individual». dataride.uci.ch (em inglês). UCI. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  11. «UCI Europe Tour Ranking - 2018 - Individual». dataride.uci.ch (em inglês). UCI. Consultado em 24 de fevereiro de 2020 

Ligações externasEditar