Abrir menu principal
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada. Foi sugerido que adicionasse esta.
Question book.svg
br não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2010). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Davi Pamplona Corte Real foi um personagem da história do Brasil. Era um boticário que, em 5 de novembro de 1823, foi espancado pelo major da Artilharia Montada José Joaquim Januário Lapa, acompanhado pelo capitão Zeferino Pimentel Moreira Freire, sob a acusação de ser o autor de uma carta anônima contrária aos militares portugueses engajados no Brasil, denominando-se de "Brasileiro Resoluto", e criticando aos dois em especial, acusando-os de conspiradores contra a Independência. Davi Pamplona, então, fez um requerimento à Comissão de Legislação e Justiça pedindo maior segurança pública e individual aos cidadãos.

Este episódio foi considerado como o desencadeador do afastamento dos irmãos Andradas (José Bonifácio e Martim Francisco) da Assembleia Constituinte e sua posterior dissolução.


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.