Dentro de um Bosque

Dentro do Bosque ou No Matagal (Yabu no Naka 藪の中) é um conto do escritor japonês Ryūnosuke Akutagawa[1] publicado em 1922 em uma edição da revista japonesa mensal Shinchō. Akira Kurosawa usou esse conto como a base para o seu filme "Rashomon" que ganhou vários premios.

"Dentro de um Bosque" é um conto constituído de sete diferentes versões do assassinato de um samurai, "Kanazawa no Takehiro", cujo cadáver foi encontrado em um bosque perto de Quioto.

Cada versão contada, ajuda e atrapalha no entendimento que o leitor tem sobre o assassinato, e por fim acaba criando uma complexa e contraditória visão de eventos que põe em questão a capacidade da humanidade ou disponibilidade para perceber e transmitir verdade objetiva.

A história é muitas vezes elogiada como sendo um dos maiores na literatura japonesa.

Tradução do contoEditar

O conto tem três versões para o português brasileiro. A primeira foi realizada em por Antonio Nojiri e Katsunori Wakisaka e foi publicada no livro Rashomon e outros contos pela editora Civilização Brasileira. A segunda foi feita pelas professoras da Universidade de São Paulo Junko Ota e Madalena Hashimoto Cordaro publicada em Rashômon e outros contos, em 2008 pela editora Hedra. A mais recente foi feita por Shintaro Hayashi, com o título "No Matagal", publicada em 2010 na antologia Kappa e o levante imaginário pela Estação Liberdade.

O conto no cinemaEditar

Os seguintes filmes foram baseados na narrativa de Dentro do Bosque:

Referências

  1. Santos, Valmir (3 de novembro de 2005). «Conto inspirador de Kurosawa vai ao palco». Folha de S. Paulo. Consultado em 18 de julho de 2020 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre literatura é um esboço relacionado ao Projeto Literatura. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.